TSE acha R$ 13,5 milhões na conta do PL

TSE acha R$ 13,5 milhões na conta do PL

O Tribunal Superior Eleitoral encontrou R$ 13.599.298,26 na conta do PL, multado em R$ 22.991.544,60 por litigância de má-fé ao tentar questionar a segurança das urnas eletrônicas apenas no segundo turno da eleição presidencial, informa o Painel da Folha.

O valor foi bloqueado preventivamente na manhã da última sexta-feira (25), na conta que a sigla mantém no Banco do Brasil.

A indisponibilidade dos valores foi solicitada pelo juiz Marco Antônio Martin Vargas no dia anterior, um dia depois de o presidente da TSE, Alexandre de Moraes, estipular a multa à legenda comandada por Valdemar Costa Neto (foto).

“O restante será descontado da conta da legenda na medida que os duodécimos do fundo partidário forem sendo depositados. Casos os recursos do PL sejam concedidos, os valores são desbloqueados”, escreve o jornal paulistano.

O partido de Valdemar, que fez a maior bancada da Câmara nas eleições deste ano, pôs em dúvida apenas o segundo turno em que Jair Bolsonaro foi derrotado por Lula (PT), apesar de as urnas terem sido as mesmas usadas no primeiro turno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *