Sindsaúde vai investigar denúncia de assédio moral no hospital em Assú

Prefeito do Assú com a diretora-geral do HRNIS, Liduína Melo, a nutricionista do órgão estadual, Priscila Tavares, e a secretária municipal de Saúde da cidade de São Rafael, Luana Carvalho.

A diretora geral do hospital regional Dr. Nelson Inácio Liduina Melo, nomeada pela governadora Fátima Bezerra, do PT, a pedido do deputado do PR e líder do governo na Assembléia, George Soares, dentro das exigências incestuosas e imorais da compra e venda mutua celebrada pelo PT e o PR, para para fechar a aliança política em Assu, é acusada da denúncia da prática de assédio moral na principal unidade de saúde do Estado no Vale do Açu.

O Sindsaúde do RN ja foi comunicado e ficou de visitar o hospital do Assú para investigar a denúncia contra a diretora e amiga especial do secretário Nuilson Pinto, vulgo Pavão, para apurar a veracidade e tomar as providências para coibir esse abuso da apadrinhada política do deputado George Soares, que se queixam da falta de alimentação para os funcionários que dizem não ter café da manhã, ceia noturna e o jantar é uma cópia de sopa de péssima qualidade servida aos funcionários do hospital que estão revoltados com a situação.

Crescem os casos de denúncias e processos na Justiça por assédio moral no serviço público. Na Saúde não é diferente. No caso dos profissionais que trabalham na rede pública de atendimento à saúde, além de causar doenças para o servidor e um clima ruim nos locais de trabalho, há prejuízos também para o atendimento à população.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: