fbpx

Secretário adjunto da Prefeitura de Assú é condenado pela justiça federal a 1 ano de reclusão em regime aberto

O prefeito de Assú Gustavo Soares nomeou em 2020, o secretário adjunto GLEYDSON FIRMINO DA SILVA, que foi condenado junto com o ex-desembargador federal Francisco Barros Dias.

O secretário da prefeitura de Assú, Gleydson, foi um dos envolvidos na Operação Alcmeon do Ministério Público Federal, acusado por delitos de exploração de prestígio, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Gleydson foi condenado a 1 ano de reclusão, em regime aberto, e 10 dias-multa, no valor unitário de 1/8 do salário mínimo; a pena de reclusão foi substituída por prestação de serviços, durante 01 ano.

A Lei da ficha limpa deveria ser aplicada a todas as esferas da administração e parece que o prefeito Gustavo Soares e a vice Fabielle, não se importam nenhum pouco com isso.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: