Prefeito Túlio Lemos na mira do Ministério Público por gastar 11mil por dia de combustivel

O prefeito de Macau, Tulio Lemos (PSD), que na última eleição para prefeito, obteve a expressiva votação de 9.115 votos dos macauenses que acreditaram no seu projeto político e assim o credenciaram para prefeito do município, ainda está deslumbrado com o poder do cargo público.

O prefeito que administra a cidade que tem uma das maiores receitas da região, tem priorizado e selecionado a dedo os produtos que são comprados e os serviços que são prestados ao município, e deixando de lado, os serviços básicos e essenciais, totalmente abandonados, problemas na saúde, educação e até no transporte dos alunos.

Túlio Lemos em praça pública se gabava do seu plano de governo, mostrando que o dinheiro que a prefeitura de Macau recebia, dava para resolver todos os problemas da cidade. Aparentemente, o dinheiro é suficiente para a cidade, mas o prefeito só dá prioridade ao que lhe interessa, e esquece que o gestor público tem que priorizar a coletividade.

O prefeito vai pagar cerca de R$ 4.148.830,00 de combustível para a demanda das secretarias do município de Macau, em um ano, gastando a bagatela de cerca de R$ 11.366,00 por dia de combustível, e haja carro e demanda para ser atendida. Por isso, dentro em breve, ele deve cair na mira do MP.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: