No governo de Fátima do PT, o RN é o 2º em apreensão de cocaína

Entre os dias 12 e 13 de fevereiro deste ano foram apreendidas pela Polícia Federal 3,2 toneladas de cocaína no porto de Natal

No governo de Fátima Bezerra (PT), o Rio Grande do Norte ja tem o título de segundo estado brasileiro com a maior quantidade de cocaína apreendida pela Polícia Federal nestes três primeiros meses de 2019, com 3,4 toneladas. Dados do órgão mostram que o estado está atrás somente do Paraná, que registra 6,2 toneladas. A maior parte das apreensões do Rio Grande do Norte diz respeito às que foram feitas no Porto de Natal nos dias 12 e 13 de fevereiro em cargas destinadas à Holanda, somando 3,2 toneladas.

Ao todo, 17,5 toneladas da droga foram apreendidas pela Polícia Federal no Brasil este ano. A quantidade encontrada no Rio Grande do Norte corresponde a 19,3% desse total. Outros estados com grandes apreensões de cocaína são São Paulo (3,17 toneladas), Mato Grosso do Sul (2,09 toneladas) e Mato Grosso (1,5 tonelada).

De um ano para o outro o Rio Grande do Norte saltou oito posições entre os estados com as maiores apreensões da Polícia Federal. Durante 2018, 1,7 tonelada de cocaína foi encontrada pelo órgão. O estado terminou o ano em décimo lugar entre os que mais tiveram apreensões.

Um galpão encontrado em Parnamirim, região metropolitana de Natal, em novembro do ano passado, concentrou a maior parte da cocaína descoberta. A Polícia Federal descobriu o local subterrâneo com 1,39 tonelada da droga.

O histórico mostra que o estado se tornou uma rota internacional para o tráfico de drogas nos últimos anos. Para o delegado da Polícia Federal Agostinho Cascardo, a quantidade de cocaína apreendida é grande porque a rota de tráfico passou a utilizar os navios.  Luiz Henrique GomesTribuna do Norte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: