Jogo de empurra empurra entre prefeito de São Rafael e Governo do Estado só serve para encobrir erro que levou a morte de idoso de 80 anos

O prefeito de São Rafael, Reno Marinho, foi até uma rádio da cidade, para cobrar a transferência do idoso de 80 anos que, desde a segunda feira (18) estava em busca da UTI, e acusou a burocracia “burra” do estado. Porém, o Estado emitiu nota, dizendo que o erro foi da secretaria de saúde do município de São Rafael, que registrou na central de Mossoró e não no sistema da Central Metropolitana de Regulação, que atende a região de metropolitana de Natal e também no Seridó – Caicó, que fica distante cerca de 97 quilômetros de São Rafael.

A Secretaria do Estado da Saúde Pública (Sesap) fez uma nota explicando a situação.

NOTA DA SESAP

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que não houve até a tarde desta quarta-feira (20) uma solicitação no sistema da Central Metropolitana de Regulação por parte do município de São Rafael para realizar a regulação e transferência do paciente com suspeita de Covid-19.

O paciente estava desde a noite de segunda-feira (18) em uma unidade de pronto atendimento do município e a vaga foi solicitada junto à Central de Regulação de Leitos de Mossoró, que constatou junto às unidades hospitalares da região Oeste que não havia vagas de leitos críticos.

Na tarde desta quarta-feira, ao saber por vias extraoficiais que o paciente ainda não havia sido regulado e tendo em conta leitos de UTI vagos no Hospital Regional do Seridó, em Caicó, a Sesap solicitou que fosse encaminhado o pedido de regulação à Central Metropolitana.

Assim que o pedido deu entrada no sistema o paciente teve vaga reservada e transferência autorizada para o município de Caicó. Infelizmente, antes de conseguir realizar o transporte, que já se encontrava na UPA de São Rafael, o idoso foi a óbito.

O Governo do Estado e a Sesap lamentam o ocorrido e reforçam que estão empenhando todos os esforços para diminuir o impacto da pandemia no Rio Grande do Norte.

JOGO DE EMPURRA-EMPURRA
Segundo circula nos bastidores, possivelmente o prefeito Reno Marinho quer culpar o estado, e aparecer como “o bonzinho” para se auto promover nas eleições de 2020. E enquanto ele acusa, o Governo do Estado contra ataca, e em meios a notas emitidas, ninguém mostra a prova do erro, pois basta pegar o cadastro do idoso que fica claro quem errou.

Mas o estado e o municipio de São Rafael, preferem esse jogo sujo, agravando a dor da familia, que já sofreu tanto em busca da UTI, e sofreu mais ainda com o falecimento do familiar, e agora, ainda tem que lidar com essa manobra politica, em que ninguém sabe quem errou.

A única certeza, é que por falta de uma gestão eficiente dos dois, o idoso faleceu sem ter a devida assistência.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: