JOGO ARDILOSO: Prefeito do Assú é instruído por seu pai para brincar de “bom moço” com o povo assuense


Há exatamente um pouco mais de duas semanas, por ordem do prefeito Fake Ronaldo, o “mamulengo” Gustavo Soares, houve uma sessão “extra” na Câmara Municipal de Assú, para a votação do aumento de salário dos vereadores, secretários e prefeito.

O rebuliço tomou uma proporção que o prefeito fake duvidava, pois não acreditava que a população do Assú iria se posicionar contra. Nesse meio tempo, ocorreram diversas manifestações nas redes sociais contra o aumento salarial.
No fim das contas, o prefeito fake e o mamulengo colocaram os vereadores como “testa de ferro”, pois os dois filiados no partido do prefeito, Elisangela e Wedson, votaram a favor do aumento, e caso a população se revoltasse, eles vetariam o aumento, e ele sairia como “bom moço”.

No fim das contas, quem saiu como os vilões da história do projeto de aumento, foram os vereadores que votaram a favor, e acabaram entrando numa fria.

No interesse dos Soares, não existe consideração por ninguém, cada um jogue com as cartas que tem na mesa. Comenta-se que os vereadores estão articulando uma revanche, e há quem garante que não vai ficar por isso mesmo. Com o desgaste do prefeito com a população, e agora com a Câmara Municipal, vamos ver o fiasco que vai ser sua candidatura a reeleição.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: