Itaipava condenada por gerente que chamava funcionários de ‘nordestinos cabeças chatas’

O Grupo Petrópolis, responsável pela cerveja Itaipava, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 21ª Região, em ação trabalhista na qual o ex-funcionário, autor da ação, e suas testemunhas relataram que seu superior os chamava de ‘nordestinos cabeças chatas’. Em primeira instância, a indenização estabelecida foi de R$ 20 mil. Após recurso da empresa, o valor foi reduzido pela metade.

O ex-funcionário alegou à Justiça que participava de reuniões em que o gerente geral da unidade ‘coordenava em tom de ameaça, inclusive sugerindo provável demissão em caso de baixo rendimento das vendas’.

O vendedor externo trabalhou durante mais de dois anos na cervejaria e denunciou que o gerente costumava xingar sua equipe de “preguiçosa”, “enrolões”, “nordestinos cabeças chatas” e ” que não queriam trabalhar”. “certa vez o Sr. Arilton [gerente] mencionou que um funcionário, por ser nordestino, deveria ser tratado como burro e comer capim. Ele costumava mencionar que os funcionários ‘colocavam a b… na janela à espera de alguém para meter o dedo’” As informações são de O Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: