fbpx

Hidratação e perda de peso: entenda como a água ajuda no emagrecimento

A água corresponde a 70% da composição corporal de uma pessoa, e é imprescindível para manter as funções do organismo em pleno funcionamento. A quantidade e a frequência de consumo indicadas para manter uma boa hidratação, no entanto, ainda causam dúvidas.

“Em média, nosso corpo produz diariamente sete litros de líquidos, englobando saliva, suco gástrico, entre outros, enquanto que no intestino absorvemos cerca de nove litros de água, gerando um déficit de dois litros. Por isso, recomendamos, no mínimo, estes dois litros como ideal para o consumo diário”, explica a nutróloga do Hospital Albert Einstein e co-fundadora da ONG Obesidade Brasil, Andrea Pereira.

Durante o processo de emagrecimento é preciso mudar o estilo de vida e os hábitos. Por isso, é importante ser orientado por especialistas de educação física, endocrinologistas e nutricionistas

A utilização de remédios, chás emagrecedores e diuréticos sem prescrição médica pode ocasionar efeitos colaterais e gerar consequências irreversíveis e, até mesmo, fatais.

Alguns famosos medicamentos são comercializados legalmente e sem a necessidade da retenção de receita. No entanto, não significa que sejam seguros ou eficazes. Pessoas com comorbidades, como hipertensão, diabetes ou hepatite A, alergias ou que tomam outras medicações podem ter sérios problemas, mesmo com os emagrecedores mais “naturais”.

Por isso, só devem ser consumidos quando há indicação médica. Entre os riscos do uso indiscriminado estão dependência química, efeito sanfona e alterações gastrointestinais, cardíacas e renais.

A maioria desses remédios age em receptores cerebrais, reduzindo o apetite e aumentando a saciedade. Alguns também agem como diuréticos, auxiliando na eliminação de líquidos corporais.

Especialistas alertam que, além de chás e ervas não funcionarem no emagrecimento, as substâncias podem ser tóxicas para o fígado e para os rins, que são os dois órgãos do corpo responsáveis pela metabolização e excreção de substâncias e medicamentos.

Os diuréticos são medicamentos que causam aumento do volume de urina e perda urinária de eletrólitos como: potássio, sódio e magnésio, além de água. Quando consumidos em excesso causam desidratação, reduzem a pressão arterial e podem causar arritmias cardíacas.

Os especialistas alertam para o perigo de comprar produtos na internet com promessas milagrosas de emagrecimento. Para quem precisa emagrecer, a melhor opção é buscar tratamento médico.

Durante o processo de emagrecimento é preciso mudar o estilo de vida e os hábitos. Por isso, é importante ser orientado por especialistas de educação física, endocrinologistas e nutricionistas.

A utilização de remédios, chás emagrecedores e diuréticos sem prescrição médica pode ocasionar efeitos colaterais e gerar consequências irreversíveis e, até mesmo, fatais.

Por que uma boa hidratação é tão importante?

Consumir água suficiente é fundamental. Isso porque, além de lubrificar as estruturas de todo nosso organismo, a água também auxilia no controle de peso e melhora a absorção dos nutrientes e a digestão dos alimentos.

Quem deseja emagrecer geralmente foca apenas no controle dos alimentos e nos exercícios para queimar calorias. Mas, dessa maneira, é praticamente impossível emagrecer com saúde.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: