fbpx

Garibaldi Alves diz que ‘todos os partidos estão envolvidos, não há um que escape’

Resultado de imagem para Garibaldi Filho amplia as possibilidades de alianças

Com a prisão da principal estrela do PMDB do RN e ex-ministro Henrique Alves, na operação Lava Jato, o senador Garibaldi Alves Filho, que é tio do ex-presidente regional, assumiu a presidência do diretório estadual do partido. Ele comandará o partido nas eleições gerais de 2018, quando estará em disputa os cargos de governador e duas vagas de senador, além de oito cadeiras à Câmara dos Deputados e 24 para a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Durante a convenção que escolheu Garibaldi para presidir o PMDB ele fez um pronunciamento e aproveitou para dar um recado político: “Quem quiser conversar, nós conversamos, contanto que se faça justiça ao PMDB, não temos discriminação nenhuma”.  O senador  disse que “estão se iniciando temporadas de conversas políticas”, mas admitia que existem muitos boatos “sem a menor procedência”, mas não desmentiu a informação que quer fazer aliança com PT da sua colega e senadora Fátima Bezerra.

Garibaldi afirmou que as portas do PMDB estão abertas “para quem queira conversar, mas a conversa tem uma posição – é que nós possamos honrar o legado do ex-ministro Aluízio Alves”.  “Não é o PMDB só não, há uma determinada imprensa que quer fazer do PMDB o grande culpado pela situação, quer na verdade distorcer os fatos, mas o que é certo que ninguém é capaz de atirar a primeira pedra”, declarou. Para Garibaldi, querem fazer do PMDB o vilão de uma história que não acabou e tem todos os partidos envolvidos, não há um que escape”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: