fbpx

Dr. Bernardo requer mais leitos e médicos para conter Covid no Oeste e Alto Oeste do RN

O avanço da Covid-19 em sua segunda onda tem sido, mais uma vez, maior nas regiões Oeste e Alto Oeste do Rio Grande do Norte, em comparação com as demais áreas do Estado. Diante dessa realidade, o deputado estadual Dr. Bernardo (Avante) defende a reabertura de leitos de UTIs para pacientes com coronavírus nestas regiões, assim como a contratação de mais médicos. A posição do parlamentar foi externada em pronunciamento nesta terça-feira (15) durante horário das lideranças na sessão da Assembleia Legislativa do RN.

“Apresentei dois requerimentos. O primeiro em face da crise da Covid-19, que tem afetado a região Oeste e Médio Oeste, até em intensidade maior que a primeira onda. A primeira foi uma marolinha, agora veio um tsunami. Atento a isso, faço requerimento solicitando ao governo que reabra os leitos de UTI do Hospital Wilson Rosado, que tem uma expertise muito grande, que salvou muitas vidas. Tem um corpo técnico, material humano de qualidade, que dará grande contribuição salvando vidas”, disse Dr. Bernardo.

Já o segundo requerimento do parlamentar tem como objetivo solicitar a contratação de mais médicos para amenizar a “sobrecarga” registrada nos profissionais de plantão. Segundo Dr. Bernardo, esses especialistas se dedicariam a visitar os pacientes que estão nas UTIs e repassar informações sobre o estado de saúde dos mesmos para o serviço social e aos familiares.

Em seguida, o deputado Francisco do PT destacou a iniciativa do Governo do Estado, que decidiu regulamentar nesta terça-feira a Lei que instituiu a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) popular, aprovada em 2011. “Considero notícia extremamente positiva para pessoas de baixa renda, já que muitos necessitam do seu automóvel ou da bicicleta como instrumento de trabalho”, disse.

O petista ainda criticou votação da Câmara dos Deputados onde foi aprovado o repasse de recursos públicos para instituições privadas de ensino. Na opinião de Francisco, essa medida caracteriza o desmonte do Fundeb. “Há expectativa que no próximo ano somente o RN tenha perda de R$ 291 milhões do Fundeb, o que é extremamente preocupante. A Confederação Nacional dos Municípios já se posicionou em documento a todos os senadores. Na condição de professor, deputado e presidente da Comissão de Educação da AL, faço apelo aos três senadores do RN, que não permitam que o Fundeb seja deformado com esses destaques aprovados na Câmara, que não permitam que dinheiro da educação pública seja transferido para instituições privadas”, completou.

O deputado José Dias (PSDB) criticou o envio de matérias pelo Executivo para a Assembleia fora da margem de tempo prevista no regimento interno da Casa, o que, para o tucano, vai exigir a aprovação de matérias sem a devida análise da Casa. “Chegaram fora do tempo do nosso regimento. Não deveriam ser recebidas pelo ponto de vista regimental. Esse procedimento que é absolutamente errado. Não dá condição de analisar matérias com a profundidade que merece”, disse.

“O governo só tem prazo para levar vantagem. O Governo alegou que não podia pagar emendas de 2020 de uma vez, sequer honrar todas as emendas. Propôs calendário. Mas governo não cumpre. Não liberou emendas de novembro, nem dezembro. Assume compromissos e não honra”, criticou.

O deputado Hermano Morais (PSB) fez um apelo à governadora Fátima Bezerra (PT) para que seja realizado o quanto antes o curso de formação dos aprovados no concurso da Polícia Penal do Estado. O parlamentar lembrou que várias etapas já foram cumpridas para que os futuros servidores possam ser efetivados. Atualmente, há um déficit de 600 policiais penais no Estado.

Prefeito eleito de Mossoró, o deputado Allyson Bezerra (SDD) esteve no plenário da Assembleia para agradecer aos eleitores pela vitória obtida no último pleito na segunda maior cidade do Estado. “Cheguei nesta casa com sentimento de trabalhar pelo nosso povo, de servir, de estar próximo, de representar os anseios do meu povo. Agradecer a todos pelo apoio e disposição em me ajudar nesta casa. Sou muito grato a todos os servidores da Assembleia. Na vida ninguém chega a lugar nenhum sem o apoio de outras pessoas. Agradecer também a minha equipe. Enfrentamos campanha difícil, onde a vitória era improvável e o impossível”, lembrou.

Allyson disse ainda que espera contar com a colaboração não apenas da Assembleia mas de todos os deputados a partir de 2021, quando assumir a Prefeitura de Mossoró. “Serei prefeito de todos os mossoroenses, precisarei do apoio dessa Casa Legislativa, dos deputados, dos vereadores eleitos, dos órgãos de poder, da bancada federal e Governo do Estado. Buscaremos fazer uma grande gestão”, disse.

A última a se pronunciar no horário das lideranças foi a deputada Eudiane Macedo (Republicanos), que relatou o resultado de uma reunião na última sexta-feira (11) com o deputado federal Benes Leocádio (Republicanos) e com a governadora Fátima Bezerra (PT). Na ocasião, a parlamentar solicitou a instalação de uma Central do Cidadão e de uma policlínica na região Central do Estado. O Executivo se comprometeu a realizar um estudo de viabilidade para estudar a possibilidade.

Além disso, Eudiane também solicitou a abertura da Central do Cidadão de Ceará-Mirim, que já está com sua estrutura concluída, e do mesmo equipamento localizado no bairro do Alecrim, em Natal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: