fbpx

Assessor ligado a Henrique Alves preso em operação da PF é exonerado

O Diário Oficial desta sexta-feira publicou a exoneração de Norton Domingues Masera do cargo de chefe da assessoria parlamentar do Ministério do Turismo. Masera foi preso temporariamente nessa quinta-feira na Operação Lavat, da Polícia Federal. Masera é acusado de ter transportado propina para o ex-ministro Henrique Eduardo Alves.

O ex-ministro está preso desde junho acusado de desvio de recursos referentes à construção da Arena das Dunas, estádio construído em Natal para a Copa do Mundo de 2014. De acordo com as investigações, mesmo após a prisão dele assessores e familiares continuaram movimentando o patrimônio adquirido por meio de condutas criminosas.

De acordo com o doleiro Lúcio Funaro em sua delação premiada, Masera era um dos responsáveis por transportar propina para Henrique Alves. A delação do empresário Fred Queiroz, que chegou a ser preso na mesma operação que levou Henrique Alves para trás das grades, foi também uma das bases usadas pelos investigadores para deflagar a ação dessa quinta-feira. As informações são de O Globo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: