Rogério Marinho é investigado por lavagem de dinheiro, peculato, falsidade ideológica e crimes contra a ordem tributária

Resultado de imagem para rogerinho marinho

O deputado federal do PSDB Rogério Marinho, que relatou a reforma trabalhista na Câmara, é investigado por lavagem de dinheiro, peculato, falsidade ideológica e crimes contra a ordem tributária, segundo reportagem do Congresso Em Foco.

O tucano Rogério Marinho integra um grupo de elite de 13 deputados que acumula 100 inquéritos e ações penais no Supremo Tribunal Federal (STF).

A última investigação, por crimes contra a administração pública e peculato, foi aberta no dia em que o Plenário aprovou o seu substitutivo que altera radicalmente a legislação trabalhista, em 27 de abril. Marinho não se manifestou sobre as suspeitas.

Deixe um comentário