Vereador ‘gafanhoto’ participa de ações do meio ambiente em Assú

O vereador João Paulo Primeiro (Solidariedade), acusado pelo Ministério Público de integrar a quadrilha dos gafanhotos na gestão do ex-prefeito Ronaldo Soares, o Jacaré, quando o ex-vereador cassado Nelson Garcia, apontado de comandar uma das maiores fraudes aos cofres públicos da Prefeitura do Assú, gerando um rombo superior a R$ 1 milhão com o pagamento de repasses fraudulentos feitos para contas particulares nos anos de 2002 e 2003.

Segundo o Ministério Público, um total de 16 funcionários, além de três pessoas que exerciam cargos comissionados e outras duas sem qualquer vínculo com a prefeitura do Assú, utilizaram a mesma metodologia de fraude.

Os ‘gafanhotos’ agiram de forma mais intensa, de janeiro a setembro de 2004. Estimulada pela campanha eleitoral na época, a quadrilha desviou uma fortuna e agora, realiza o seu sonho de cunho socioambiental no domingo, dia 14,  durante o plantio de mudas da árvore Ipê em diversos canteiros da cidade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: