Valdemar cogita aliança do PR com Bolsonaro

O ex-deputado mensaleiro Valdemar Costa Neto admite em conversas privadas que analisa a hipótese de empurrar o seu PR para dentro de uma coligação encabeçada pelo presidenciável Jair Bolsonaro. Seduzido pelo bom desempenho de Bolsonaro nas pesquisas, Valdemar forneceria ao candidato algo que seu partido, o nanico PSL, não tem condições de prover: minutos de propaganda eleitoral no rádio e na TV.

Não é a primeira vez que Valdemar se achega a Bolsonaro. No ano passado, ele tentou criar um partido para abrigar a candidatura presidencial do capitão da reserva do Exército. A legenda se chamaria Muda Brasil. O projeto foi sepultado pelo TSE, que negou, por 5 votos a 1, o pedido de registro do novo partido.

Embora Valdemar já opere no mercado partidário como dono do PR, o Muda Brasil seria uma segunda porta de acesso do personagem às verbas do Fundo Partidário e à vitrine eletrônica da propaganda partidária. São duas mercadorias valiosas em períodos pré-eleitorais. As informações são do blog de Josias de Souza.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: