Seminário avalia modelos de gestão da saúde pública

“O desafio aqui é, no contexto que nós temos, pensar quais são as opções a trilhar para fazer o serviço funcionar melhor, atender melhor o usuário”, afirmou Cipriano Maia, secretário da Saúde Pública (Sesap), durante o seminário de Modelos de Gestão em Serviços de Saúde. O evento foi promovido quinta-feira (23) e sexta-feira (24), na Escola de Governo, em Natal, pelo Governo do RN, cumprindo diretrizes do contrato de empréstimo do Banco Mundial.

Os participantes conheceram experiências de gestão adotadas em Goiás, no Maranhão e no Ceará, avaliaram resultados e debateram a viabilidade de aplicar esses modelos no Rio Grande do Norte. Entre eles, a gestão hospitalar por empresa estadual, a formação de consórcios municipais e o serviço social autônomo.

“O debate vai nos ajudar a iluminar tanto definições sobre as opções que teríamos sobre a gestão do SUS no Estado, como, particularmente, naqueles projetos em que tivemos investimentos do Banco Mundial, e que demandam essas decisões para que venham a ter funcionalidade, como no caso do Hospital da Mulher”, disse Cipriano Maia.

Um dos expositores foi Ezaú Pontes, especialista sênior em saúde no Banco Mundial, que reconheceu a complexidade do setor e a necessidade de identificar alternativas eficientes para solucionar os desafios. “Nós sempre temos dificuldades em lidar com projetos no setor de saúde, porque é muito mais amplo. O escopo da saúde é tão absurdo e admirável, que é difícil um só projeto conseguir alcançar tudo. E chegamos numa questão meio crítica na gestão das unidades que foram contempladas pelo projeto. Desde o início do projeto nós dissemos ‘vamos nos preocupar em como vamos dar solução a esse problema de gestão”, ressaltou.

O seminário envolveu funcionários da Procuradoria do Estado, Ministério Público, Conselho Estadual e Municipal de Saúde, Controladoria do Estado, Secretaria Municipal de Saúde e coordenadorias da Sesap. “É um exemplo de como o governo atual vem conduzindo o debate de forma participativa, escutando as várias opiniões, para que tomemos decisões mais consolidadas e com respaldo social para sua efetivação”, destacou Cipriano Maia.

Entre as obras e investimentos realizados pelo Governo do RN em saúde, com recursos do empréstimo do Banco Mundial, estão a construção do Hospital da Mulher, em Mossoró; a reforma e restruturação de 7 portas de urgência e emergências em hospitais regionais; a adequação de 21 maternidades à Rede Cegonha; e a construção do Laboratório de Anatocitopatologia, em Natal.

Além de Ezaú Pontes e Cipriano Maia, foram convidados a palestrar no seminário Carlos Lula, secretário estadual de Saúde do Maranhão; Luciene da Silva, coordenadora de Políticas e Atenção à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde do Ceará; e Ismael Alexandrino, secretário estadual de Saúde de Goiás. Também estavam presentes a secretária adjunta da Sesap, Márcia Cavalcante Lucas; o secretário municipal de Saúde de Natal, George Antunes de Oliveira; e a presidente do Conselho Estadual de Saúde, Geolípia Jacinto da Silva.

Fotos: João Vital


Mais informações:

Comunicação Governo Cidadão

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: