fbpx

Rodrigo Maia abre mão de diária, mas outros deputados recebem US$ 550 ao dia

A Câmara informou neste sábado que o presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), abriu mão de receber diárias durante o tour de nove dias ao exterior, alegando que parte das despesas será custeada pelos anfitriões dos eventos dos quais participará.

Mas, na verdade, não haverá limite para o gasto, pois o custo da viagem com avião e outros itens só será conhecido ao final, conforme a própria Câmara informou.

A diária de US$ 550 será paga aos demais nove parlamentares integrantes da comitiva oficial. Há ainda os gastos e diárias dos servidores que acompanham a comitiva.

Participam da comitiva: Rodrigo Maia, o líder do PMDB na Câmara, Baleia Rossi (SP); o líder do PSD, Marcos Montes (MG); o líder do PR, José Rocha; Alexandre Baldy (PODE-GO), Benito Gama (PTB-BA), Cleber Verde (PRB-MA), Heráclito Fortes (PSB-PI), Orlando Silva (PCdoB-SP), Rubens Bueno (PPS-SP), além de dois agentes da segurança e um assessor do presidente da Câmara.Maia embarcou ontem à noite. O retorno ao Brasil será no dia 5 de novembro.

A Câmara irá pagar cinco diárias — no valor de US$ 550 — para cada parlamentar, o que totalizará US$ 27.500 (equivalente a cerca de R$ 90 mil ). Segundo a Câmara, “quando a missão é para o exterior e conta com a presença do presidente, o valor da diária para os integrantes é de US$ 550, usados no pagamento de hospedagem, alimentação e deslocamentos”. A Casa esclareceu ainda que “o dia livre da agenda ocorrerá depois do 5º dia da missão, não sendo, portanto, passível de recebimento de diária”.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: