fbpx

Princesa e secretário livram o prefeito e culpam o povo por entupimento de bueiras

Secretário Samuel vai dar expediente também na Princesa

Com a ajuda do programa Caderno de Ocorrências da Princesa FM, líder de maior audiência entre as emissoras de rádio do Assú e da colaboração valiosa do apresentador do programa para defender o governo do prefeito Gustavo Soares, extrapolando a função de entrevistador, o secretário municipal de Serviços Públicos, Samuel Fonseca, vai dar expediente de trabalho também para culpar o povo e ter o apoio pessoal do funcionário da Princesa para reforçar essa denúncia contra os cidadãos que reclamam da administração do filho de sócios.

Ronaldo Soares já não acusa a Princesa de ‘vendida e comprada’ após seu filho assinar um contrato no valor de quase R$ 200 mil com a emissora que ele e a ex-secretária Rizza Montenegro, são sócios. O ex-prefeito está satisfeito com a conduta atual do noticiário da Princesa a favor dos seus filhos George e Gustavo Soares, mas ainda guarda mágoa e destaca que a direção um dia vai ter que explicar o que aconteceu em 2012, quando ele dizia coisas horríveis contra a emissora.

De acordo com o contrato milionário da Princesa com a Prefeitura do Assú, a emissora vai poder pagar sem dificuldades financeiras grande fatia da folha de pagamento com R$ 16 mil reais/mês que embolsa para fazer propaganda e divulgação institucional. Não reza no contrato, uma defesa pessoal da administração municipal nos programas Caderno de Ocorrências, Panorama do Vale e Sala de Redação, assim como o noticiário matinal do Jornal da Manhã.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: