Prefeito do Assú viajou para destino desconhecido em 2019 e há indícios que a Câmara só foi comunicada em 2020


Há fortes indícios que circulam na cidade do Assú, que a Câmara Municipal só foi comunicada em 2020 da viagem do prefeito Gustavo Soares, e só depois da matéria que o Blog do VT publicou, que o prefeito estava no exterior sem a autorização da Câmara.

O Blog ainda está colhendo mais informações, mas supostamente, a Câmara só foi comunicada em 2020, com documento emitido com data retroativa, e para completar, receberam o Oficio e dataram com ano de 2020, indicando um remendo mal feito.

A data errada só gerou mais zumzum, resta saber se foi só um erro, já que o ano de 2019 estava acabando ou se realmente, foi porque receberam no ano de 2020.

O prefeito Gustavo está mesmo é com medo, dos vereadores pedirem uma CPI para investigar essa viagem, que mesmo tendo sido com recursos próprios, deveria ter sido comunicada e votada na Câmara.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: