Prefeito do Assú comanda ‘quadrilha’ de réus suspeitos de corrupção

O prefeito do Assú Gustavo Soares, do PR e irmão do deputado estadual reeleito George Soares, comanda a maior ‘quadrilha’ de secretários réus por suspeita de corrupção já encastelado em postos chaves na Prefeitura do Assú da história do município.

o super secretário Nuilson Pinto de Medeiros, vulgo Pavão, braço direito do prefeito Gustavo Soares, é réu em processo de improbidade administrativa, acusado de na companhia do secretário Samuel Fonseca e outros protegidos do governo municipal de desviarem quase R$ 400 mil quando integravam a gestão do ex-prefeito Ronaldo Soares, pai do prefeito e do deputado do PR.

o Empresário Karume Nascimento, antigo sócio do deputado George Soares e integrante da patota de Ronaldo, também integra a lista dos réus acusados de surrupiarem o dinheiro do contribuinte assuense, segundo a denúncia do Ministério Público, continua a prestar serviço ao governo municipal. 

Enquanto os gestores municipais bem intencionados evitam ter réus acusados de corrupção como seus auxiliares, o prefeito Gustavo Soares, caminha na contramão, chamado pessoas suspeitas de todo tipo de crime contra a administração pública para auxiliá-lo. Veja documento

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: