Polícia Civil indicia homem por latrocínio de estudante em Parelhas

Policiais Civis da Delegacia Municipal de Parelhas, concluíram, na manhã desta sexta-feira (15), as investigações do inquérito policial do latrocínio que vitimou o estudante Claudimar Jefferson da Silva Melo, de 17 anos, na Zona Rural de Parelhas. Josenildo Dias de Azevedo, conhecido como “Dido”, 30 anos, foi indiciado como autor do crime e já está preso suspeito de ter cometido um outro assassinato.

O crime aconteceu em setembro de 2018, na região do Seridó potiguar, e o corpo de Jefferson da Silva foi encontrado carbonizado no dia 25 do mesmo mês, próximo ao bairro da residência de Josenildo Dias, autor do latrocínio. A vítima teve a moto e os celulares roubados.

No dia 12 de dezembro de 2018, policiais civis realizaram diligências referentes ao caso no município de Equador-RN. Logo após, chegaram ao autor do crime, que havia sido preso por homicídio um mês depois da morte do estudante.

De acordo com o delegado Alex Wagner, responsável pelo caso, existe a possibilidade da participação de um adolescente na ação. “O adolescente envolvido teria levado o Claudimar Jefferson até o local onde ele foi morto. Porém, ele está sendo investigado em outro procedimento”, declara.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: