PERSEGUIÇÃO: Vereador Ray Alves apresenta projeto de lei e Câmara Municipal de Ipanguaçu rejeita

O vereador do município de Ipanguaçu, Ray Alves, que tem se esforçado para demonstrar trabalho, com intuito de melhorar a vida da população, apresentou um projeto de lei Muito importante, para que o município de Ipanguaçu pudesse arcar com as despesas médicas dos pacientes diagnosticados com a “Covid19”, custeando o tratamento médico na rede privada, em caso de não dispor leito hospitalar na rede pública.

Mas para surpresa do vereador, a Câmara Municipal de Ipanguaçu, que tem como presidente, o primo do prefeito, vereador João Bertoldo, rejeitou o projeto de lei, que beneficiaria a população, pois a saúde tem recursos que eram para ser investidos na área, mas o prefeito Valderedo escolhe onde e quanto gastar, ou seja, gasta com combustível, viagens, gratificações, e assim, a cidade não tem estrutura miníma para garantir que o sistema de saúde funcione para população.

Por outro lado, Ray Alves que é oposição ao prefeito e ao presidente da casa, ficou indignado com a rejeição, porque só quem se beneficiaria desse projeto, seria a população carente.

O que se comenta é que existe uma perseguição política clara e evidente, pois nessa pandemia, só quem sofre é a população, que não pode usufruir dos serviços de saúde que deveriam ser prioridade na gestão, e parece que o dinheiro desceu pelo ralo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: