Votos contra a reforma se mantêm em 232 e a favor, em 87, diz jornal

câmara

Grande parte dos deputados ouvidos disse que não declara voto antes da hora por ter esperança de uma possível mudança do texto-base

A atualização do Placar da Previdência, levantamento realizado pelo Grupo Estado depois da aprovação do texto-base na comissão especial da Câmara, mostra que o número de parlamentares contrários à reforma se mantém em 232, enquanto os que são a favor permanecem em 87.

Grande parte dos deputados ouvidos disse que não declara voto antes da hora por ter esperança de uma possível mudança do texto-base no plenário da Casa.

Até 12h15, havia 55 indecisos, 138 não quiseram responder, 2 não foram encontrados e 1 deputado não vota. São necessários 308 votos para aprovar a reforma.

O Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado e o jornal O Estado de S. Paulo vão publicar atualizações do placar até a votação final da proposta.

Ministério Público do Trabalho pede rejeição integral de projeto sobre trabalhadores rurais

Para o MPT, um dos pontos mais graves é o que permite que o empregador utilize comida ou moradia para remunerar trabalhador do campo. O órgão ressaltou que a proposta implica “grande retrocesso social”

Em resposta ao projeto de lei que institui normas reguladoras do trabalho rural (PL 6442/16), de autoria do deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), o Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou nota técnica com parecer pela rejeição total do projeto. Após a votação da reforma trabalhista na Câmara, a bancada ruralista se movimenta para alterar as leis que tratam da proteção dos direitos do trabalhador rural. Para o MPT, um dos pontos mais graves é o que permite que o empregador utilize comida ou moradia para remunerar trabalhador do campo. De acordo com a proposta, a remuneração poderá ser feita por “qualquer espécie”.

A intenção é restringir o poder da Justiça do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho, avaliam especialistas. No entendimento do Ministério Público do Trabalho, a proposta que tramita na Câmara viola princípios constitucionais, convenções da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e trará profundo prejuízo às relações de trabalho no meio rural, representando um grande retrocesso social. As informações são do Congresso Em Foco.

Leia maisMinistério Público do Trabalho pede rejeição integral de projeto sobre trabalhadores rurais

Três meses depois de massacre em presídio do RN, corpos e cabeças aguardam exames de DNA

Resultado de imagem para itep rn

Polícia científica do estado não tem laboratório com tecnologia para a análise do código genético

Mais de três meses depois do início da disputa entre facções rivais que resultou em duas semanas de rebelião e 26 mortos, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Rio Grande do Norte, as consequências do massacre ainda perduram. Três corpos e 15 cabeças aguardam exame de DNA. A polícia científica do estado não tem laboratório com tecnologia para a análise do código genético. O exame deve ser feito ainda este mês, no laboratório da Polícia Científica da Bahia.

As cabeças foram encontradas em buscas sucessivas, depois da rebelião. Antes disso, 11 corpos foram identificados e liberados, sem cabeça, para as famílias. Com a identificação por meio do DNA, o diretor-geral do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), Marcos Brandão, informou que as cabeças vão ser entregues aos familiares para que decidam o destino dos restos mortais. “Não era certeza que essas cabeças apareceriam, foram aparecendo, por sinal, de forma gradativa, algumas só posteriormente. É igual acidente aéreo, a vítima vai ser enterrada com o que foi encontrado.”

Restam também três famílias que ainda não tiveram uma resposta definitiva sobre o destino dos restos mortais de três detentos depois da rebelião. Elas aguardam que os corpos carbonizados e degolados sejam finalmente identificados por meio do DNA. Desde janeiro, os cadáveres estão no Itep. Uma quarta vítima foi enterrada como indigente em abril. Depois da recontagem, além dos 26 mortos, foram contabilizados mais de 50 fugitivos pelo governo estadual. As informações são da Agência Brasil.

Leia maisTrês meses depois de massacre em presídio do RN, corpos e cabeças aguardam exames de DNA

LAVA JATO Lula disse que Dilma sabia de propina, diz Duque

Resultado de imagem para dilma e lula

Ex-diretor da Petrobrás atribuiu ao petista informação de que a ex-presidente estava ‘preocupada’

Segundo o executivo – preso na Lava Jato e condenado a 30 anos por corrupção e lavagem de dinheiro em duas ações penais -, Lula nessa reunião no hangar teria dito que a então presidente Dilma ‘tinha recebido informação que um ex-diretor da Petrobrás teria recebido dinheiro numa conta na Suíça, da SBM’.

“Eu falei não, não tenho dinheiro da SBM nenhum, nunca recebi dinheiro da SBM. Aí ele vira prá mim fala assim ‘olha, e das sondas tem alguma coisa?’ E tinha né, eu falei não, também não tem.”

Leia maisLAVA JATO Lula disse que Dilma sabia de propina, diz Duque

Mulher egípcia deixa hospital 325 quilos mais leve após operação

Uma mulher egípcia que perdeu cerca de 325 quilos depois de passar por uma cirurgia de perda de peso em um hospital indiano partiu para os Emirados Árabes para tratamento a longo prazo.

Eman Ahmed, que pesava mais de 500 quilos quando foi levada para Mumbai para tratamento em fevereiro, foi considerada a mulher mais pesada do mundo.

A operação aconteceu em março e, desde então, Eman tem passado por uma dieta líquida. As informações são de O Globo.

Leia maisMulher egípcia deixa hospital 325 quilos mais leve após operação

Governo anuncia venda de ações do BB que estão no Fundo Soberano

Medida faz parte de processo de extinção do Fundo, anunciado ano passado

Por Martha Beck – O Globo

Quase um ano depois anunciar que extinguiria o Fundo Soberano, o Ministério da Fazenda informou, nesta sexta-feira, que colocará a medida em prática. O Fundo é basicamente composto por ações do Banco do Brasil que serão alienadas ao longo de um prazo de até 24 meses.

Como a operação pode afetar o preço das ações do BB no mercado, a Fazenda informou, por meio de nota, que o Tesouro Nacional já recomendou à BB Gestão de Recursos DTVM, que faça esforços para que a alienação desses ativos seja feita “da forma mais neutra possível em termos de impacto no preço do ativo, com o objetivo de assegurar liquidez em sua carteira compatível com a intenção de resgate de cotas”.

A venda das ações, que vai ajudar a reforçar o caixa da União, foi anunciada em maio do ano passado dentro de um conjunto de medidas de reequilíbrio fiscal, entre elas, a fixação de um teto para os gastos públicos. Na época, as ações somavam cerca de R$ 2 bilhões.

Pré-sal rendeu US$ 133 milhões de propina ao PT, afirma Duque

Resultado de imagem para dirceu e lula

Os contratos de sondas para exploração do pré-sal renderam ao PT cerca de US$ 133 milhões em propina, segundo calculou o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque. Esse valor, segundo ele, seria dividido entre o partido, o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente Lula, cuja parcela seria gerenciada pelo ex-ministro Antonio Palocci.

Em depoimento ao juiz Sergio Moro na sexta-feira, Duque disse ter feito, na época, uma planilha para justamente calcular quanto ele e os petistas receberiam de propina dos estaleiros responsáveis pelo fornecimento de sondas para a Petrobras.

— Os dois terços do partido Vaccari me informou que iriam para o PT, para José Dirceu e para Lula, sendo que a parte do Lula seria gerenciada por Palocci. Na época eu conversei com (Pedro) Barusco e passei essa informação para ele, falei que ele não estava lidando com peixe pequeno — disse Renato Duque. As informações são de O Globo.

Leia maisPré-sal rendeu US$ 133 milhões de propina ao PT, afirma Duque

Gustavo Soares recebe da Justiça prêmio do ex-prefeito Ivan Júnior como bom pagador

Gustavo Soares pegou carona foi receber prêmio de Ivan Júnior como se fosse seu

Na maior cara de pau, o atual prefeito do Assú Gustavo Soares, do PR, recebeu na Escola de Governo, em Natal, o Selo de Bom Pagador de Precatórios, conferido pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) as ações do governo do ex-prefeito Ivan Júnior para quitar precatórios no exercício de 2016.

Apesar do reconhecimento destinado aos ex-prefeitos dos municípios que mantiveram em dia o pagamento de todas as parcelas do precatórios, o prefeito Gustavo Soares que assumiu em janeiro de 2017, recebeu o prêmio do gestor Ivan Júnior e não entregou a honraria ao homenageado, preferindo guardar como se fosse de ações do seu governo.

Comenta-se que na hora de receber a honraria em que não contribuiu em nada, Gustavo Soares envergonhado esboçou um sorriso amarelo, quando o cerimonial anunciou que o selo se referia as ações do governo do exercício de 2016.

Comissão da Reforma Política ouve ministros do TSE na quarta

Resultado de imagem para tse heman

A Comissão Especial da Reforma Política terá audiência pública na quarta-feira (10) com os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Herman Benjamin e Luciana Lóssio.

Em seguida, os parlamentares vão votar requerimentos para ouvir outros especialistas sobre as alterações nas leis eleitorais.

A reunião está marcada para as 11 horas, em plenário a definir, segundo a Agência Câmara.

Comissão votará destaques que faltam para concluir a reforma da Previdência na terça

Dep. Carlos Marun (PMDB - MS) concede entrevista

A reunião está marcada para as 9h30, no plenário 2

A Comissão Especial da Reforma da Previdência (PEC 287/16) resolveu marcar a votação dos 12 destaques que faltam para a aprovação do texto na terça-feira (9).

O presidente da comissão, deputado Carlos Marun (PMDB-MS), disse que pretende encerrar a votação no mesmo dia.

Depois de analisada pelo colegiado, a proposta de emenda à Constituição precisa ser votada em dois turnos pelo Plenário, com pelos menos 308 votos para ser aprovada e encaminhada para análise do Senado.

A votação dos destaques foi interrompida na quarta-feira à noite, quando agentes penitenciários invadiram o plenário da comissão para protestar contra a retirada da categoria da regra de aposentadoria especial dos policiais. As informações são da Agência Câmara.

Lula ataca imprensa e diz que não vai permitir mentiras

Lula e Mujica

Ex-presidente faz promessas de regulamentar os meios de comunicação se voltar à Presidência e se compara a um mandacaru, que não precisa de muita água para viver

Ricardo Galhardo e Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

No dia em que o ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato Duque disse à Lava Jato que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha “pleno conhecimento” do esquema de corrupção na estatal, o petista partiu para o ataque contra a imprensa.

Em longo discurso na abertura da etapa paulista do 6.º Congresso Nacional do PT, Lula ameaçou “mandar prender” quem espalha “mentiras” contra ele e disse que, se voltar a ser presidente, vai fazer a regulamentação dos meios de comunicação.

O petista voltou a reclamar da cobertura da imprensa no caso da Lava Jato. Segundo ele “ficaram dois anos dizendo que eu seria preso”. “Se eles não me prenderem quem sabe um dia eu mando prender eles por mentir”, disse o petista.

Leia maisLula ataca imprensa e diz que não vai permitir mentiras

Se quiserem me pegar, terão de competir comigo pelas ruas, diz Lula

Sao Paulo SP BrasiL 05 05 2017 O ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva e o ex-presidente do Uruguai, José Mujica, durante, abertura da etapa estadual São Paulo do 6º Congresso do PT, que levará o nome de Marisa Letícia Lula da Silva, em homenagem à ex-primeira dama. na Quadra dos Bancários,na Bela Vista.PODER. Jorge Araujo Folhapress 703 ORG XMIT: XXX

Lula e o ex-presidente do Uruguai José Mujica participam de congresso do PT

Por Catia Seabra – Folha de são Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta sexta-feira (5) durante a abertura da etapa paulista do congresso do PT, que, se quiserem o “pegar”, terão que competir com ele pelas ruas do país.

Após mencionar a hipótese de prisão, Lula afirmou que “hoje, aos 71 anos, está com mais tesão para ser candidato”. “Se quiserem me pegar, se quiserem evitar minha candidatura, terão que competir comigo pelas ruas deste país.”

O ex-presidente disse que há dois anos ouve pela imprensa que será preso no dia seguinte: “Se eles não me prenderem logo quem sabe um dia eu mande prendê-los por mentira”.

Lula chamou José Dirceu – libertado da prisão pelo Supremo Tribunal Federal na última terça-feira (2) – de companheiro e voltou a afirmar que existe um “pacto diabólico entre a operação Lava Jato e os meios de comunicação”.

Leia maisSe quiserem me pegar, terão de competir comigo pelas ruas, diz Lula

Senador propõe acabar com repasse ao Sistema S

Senador Ataídes Oliveira (PSDB-RO) - Jefferson Rudy/Agência Senado

Em 2016, entidades como Sesc, Sesi e Senai e as confederações que as administram receberam R$16 bilhões repassados pela Receita Federal

Raquel Brandão, O Estado de S.Paulo

Após passar incólume no debate e na votação da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados, o repasse de recursos públicos ao sistema S  pode entrar no relatório que será discutido no Senado. Na tarde desta sexta-feira, 5, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) protocolou uma emenda ao projeto da reforma recém-chegada ao Senado para acabar com a obrigatoriedade das contribuições para essas entidades.

Criado na década de 40 por Getúlio Vargas para incentivar a industrialização do País, o Sistema S (Sesi, Senai, Sesc, Senar, Senac, Sest, Senat, Sebrae, Sescoop) recebe repasses do governo com a missão de oferecer qualificação profissional, educação, cultura, e serviços de saúde e lazer para os trabalhadores. Somente em 2016, o valor repassado pela Receita Federal exclusivamente ao sistema foi de R$16 bilhões, enquanto sindicatos patronais e dos trabalhadores receberam R$3,6 bilhões.  

Leia maisSenador propõe acabar com repasse ao Sistema S

Ivan Júnior pode falar hoje na Princesa sobre a visita de Gustavo e George Soares ao governador

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

O ex-prefeito do Assú e atual secretário estadual de Meio ambiente e Recurso Hídricos, Ivan Júnior, é o entrevistado de hoje ao meio dia do programa Sala de Redação, da Rádio Princesa do Vale. Ele deverá falar sobre as ações que desenvolve a Semarh para melhorar a vida do cidadão do Assú e da região, como também de outros municípios pelo interior do Estado.

Ivan Júnior também deverá abordar assuntos da política assuense, como por exemplo, a visita política e administrativa do prefeito Gustavo Soares e do seu irmão, deputado George Soares ao governador Robinson Faria. Os dois adversários políticos de Ivan Júnior, que viviam falando mal do governador, agora estão malas prontas para desembarcar no governo, tendo inclusive ido com pires na mão pedir ajuda ao chefe do executivo estadual.

%d blogueiros gostam disto: