STF pode evitar que Lula seja preso depois de condenação em 2ª instância

O STF (Supremo Tribunal Federal) pode evitar que Lula, ainda que condenado pelo juiz Sergio Moro e depois pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), seja preso de imediato. A maioria da corte tende a seguir a tese de que a regra hoje permite a reclusão depois que a sentença de um magistrado é confirmada por um tribunal de segunda instância. Mas não obriga que isso seja feito.

Diante da comoção que uma prisão de Lula poderia causar, ainda mais às vésperas ou mesmo em ano eleitoral, o STF, na opinião de alguns de seus integrantes, optaria por garantir que ele espere em liberdade até que eventual sentença condenatória seja confirmada pelos tribunais superiores de Brasília, em última instância. As informações são da colunista da Folha de são Paulo Monica Bergamo.

Leia maisSTF pode evitar que Lula seja preso depois de condenação em 2ª instância

Estados vão privatizar distribuidoras de gás natural

BNDES coordenará programa. Sete estados já sinalizaram interesse

Depois de avançar no setor de saneamento, a venda de distribuidoras estaduais de gás natural é o novo alvo do programa de desestatização do BNDES. O banco já tem sinalização de sete estados interessados em vender integral ou parcialmente suas participações nas empresas, entre eles o de Pernambuco, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

O objetivo é elevar a capacidade de investimentos das companhias, para expandir a malha de dutos e atingir novos clientes, além de levantar recursos para os estados num momento em que atravessam grave crise fiscal. A previsão é fazer os leilões no terceiro trimestre de 2018. As informações são de O Globo.

Leia maisEstados vão privatizar distribuidoras de gás natural

Ex-prefeito de Macau Flávio Veras parece estar com saudades da prisão

 

Resultado de imagem para ex prefeito flavio veras

Com saudade da prisão, o ex-prefeito de Macau Flávio Veras, continua desrespeitando e desafiando, as proibições impostas pela Justiça dor RN. Aos poucos, o condenado por crime de uso de documento falso e acusado de corrupção e outras falcatruas, vai botando as garras de fora e já foi visto frequentando repartições públicas da cidade.

Em regime de prisão aberta, o ex-prefeito vem desafiando a determinação das medidas cautelares da juíza Cristiany Maria de Vasconcelos Batista, que o proibiu de ocupar função pública no município ou de frequentar repartições públicas no município.

Flávio vai terminar voltando para a prisão fechada. Além disso, ele já anda tomando bebendo em público nas festas de aniversário de amigos. O homem solto é um perigo contra a administração pública de Macau.

‘Que se ferrem todos os que têm de pagar’, diz Ciro sobre Palocci delatar

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) durante encontro com estudantes no evento Roda Viva, organizado pelo Centro Acadêmico XI de Agosto, no Pátio das Arcadas da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo

“Eu não sei o que ele vai falar. Se alguém pode estar tenso, é quem teve relacionamento com ele”, disse.

Por Diogo Bercito –  Folha de São Paulo

O ex-governador Ciro Gomes, pré-candidato às eleições presidenciais pelo PDT, comentou neste domingo (14) as perspectivas de que Antonio Palocci faça sua delação premiada, como anunciado recentemente. Não se diz ansioso: “Quero que se ferrem todos”.

“Todos. Quem deve, tem que pagar”, afirmou a jornalistas após discursar em Oxford no Brazil Forum, um evento voltado a estudantes brasileiros que moram no Reino Unido.

O ex-governador criticou, no entanto, a maneira com que a delação premiada tem sido utilizada nas investigações da Lava Jato. Disse, por exemplo, que as declarações dadas não têm valor sem provas -e, no meio-tempo, destrói reputações.

“Um dos maiores interessados em que a Lava Jato tenha êxito sou eu. Não estou em lista nenhuma”, Gomes disse. “Se os caras forem culpados, fico provavelmente sozinho na área. Mas isso não me permite violentar minha consciência jurídica.”

Leia mais‘Que se ferrem todos os que têm de pagar’, diz Ciro sobre Palocci delatar

Nova defesa de Palocci diz que Lava Jato não fez ‘exigências’ para delação

Escritório de advocacia de Curitiba, base da grande operação, sustenta que troca de defensores foi escolha ‘livre e espontânea’ do ex-ministro

Rafael Moraes Moura, de Brasília, e Fausto Macedo, de São Paulo

Os novos advogados de Antonio Palocci informaram neste domingo, 14, que a força-tarefa da Operação Lava Jato não fez ‘qualquer exigência, nem sequer mínima alusão’ para que o ex-ministro (Fazenda e Casa Civil dos Governos Lula e Dilma) trocasse de defesa como condição para negociar delação premiada.

Palocci trocou seu quadro de defensores na sexta-feira, 12. Desde o início da Lava Jato – e também em outras causas de grande repercussão – ele era representado pelo criminalista José Roberto Batochio, de São Paulo.

Preso desde setembro de 2016 na Operação Omertà, desdobramento da Lava Jato, o ex-ministro já é réu em duas ações penais, uma delas sobre propinas de R$ 128 milhões que teria recebido da empreiteira Odebrecht – parte do valor supostamente repassado para o PT.

Leia maisNova defesa de Palocci diz que Lava Jato não fez ‘exigências’ para delação

Bancada feminina do PMDB quer Secretaria das Mulheres com Imbassahy

A bancada feminina do PMDB pressiona o governo para transferir a Secretaria de Política das Mulheres para a Secretaria de Governo, comandado pelo tucano Antonio Imbassahy, segundo a Coluna do Estadão.

Desde fevereiro a secretaria é vinculada ao Ministério dos Direitos Humanos, assim como todas as subpastas da cidadania. Antes disso era vinculada ao Ministério da Justiça.

Temer emprega babá de Michelzinho em cargo de confiança no Planalto

Reprodução/ Facebook

Leandra recebe R$ 5.194 mensais, fora as diárias referentes às viagens.

O Palácio do Planalto emprega a babá de Michelzinho Leandra Brito como assessora do Gabinete de Informação em Apoio à Decisão (Gaia), órgão responsável por assessorar o presidente da República. A informação foi revelada pelo jornal O Globo neste domingo.

Leandra diz não ser babá do menino, mas não sabe precisar o que faz no palácio.

— O Michel não tem babá. Ele é uma criança como outra qualquer. Minha função é assessorar dona Marcela e o presidente em toda e qualquer situação — afirma Leandra.

Ela não deu, entretanto, nenhum exemplo do tipo de assessoramento.

Leia maisTemer emprega babá de Michelzinho em cargo de confiança no Planalto

Lava Jato trava acordos do Instituto Lula

INSTITUTO LULA

Antes de ter as atividades suspensas, entidade já sofria com efeitos negativos da operação; órgão se concentra em defender petista

Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo

Com as atividades suspensas na semana passada por decisão judicial, o Instituto Lula já sofria com os efeitos negativos provocados pelas investigações da Operação Lava Jato na imagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre as ações que estavam em andamento e foram suspensas destacam-se a construção do Memorial da Democracia e uma possível parceria com a Fundação Bill & Melinda Gates, do fundador da Microsoft, Bill Gates.

Nos últimos meses, o instituto se concentrou em responder a acusações e fazer assessoria de imprensa para o ex-presidente. Mas nem sempre foi assim. Desde sua fundação, em 2011 (antes chamava-se Instituto Cidadania), promoveu encontro com chefes de Estado, realizou debates e fóruns. Chegou a ter 30 funcionários. Hoje, tem cerca de 20.

 

Leia maisLava Jato trava acordos do Instituto Lula

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: