Ocupação de leitos críticos Covid no RN está em 36,9%

A ocupação dos leitos críticos exclusivos ao tratamento da população com Covid-19 no RN segue em redução, mesmo com o início do processo de transferência de leitos para o tratamento de outras comorbidades, anunciado há duas semanas. A informação é da plataforma Regula RN, que monitora os números da rede de assistência no Estado.

Até o início da manhã desta segunda-feira (31), a ocupação de leitos de terapia intensiva e semi-intensiva destinados ao tratamento da infecção está em 36,9%, menor percentual registrado nos últimos dias, o que corresponde a 107 leitos críticos ocupados. A fila de espera segue zerada.

Além disso, o RN conta com 170 leitos disponíveis (58,6%) e 13 leitos estão bloqueados (4,4% do total). A redução ocorre mesmo com a implementação do plano de mudança dos leitos críticos para o atendimento geral da população. Atualmente, 290 leitos críticos estão abertos no RN e destinados ao tratamento da Covid, segundo a plataforma.

Leitos clínicos
Em relação aos leitos clínicos, para casos classificados em prioridades menos urgentes, dos 323 leitos abertos que permanecem em funcionamento, 104 estão ocupados (32,2%), 181 disponíveis (56,04%) e 38 estão bloqueados (11,76%). Dois pacientes estão, nesse momento,na fila de espera para leitos clínicos Covid.

Regiões
Pelos dados da Secretaria Estadual de Saúde, a Região Metropolitana de Natal está com a situação mais tranquila, com 33,9% de ocupação. No Oeste, 36,8% dos leitos estão ocupados, enquanto no Seridó a taxa é de 65,7%., único setor que registrou crescimento.

Uma unidade está com 100% dos seus leitos críticos (UTI e UCI) ocupados. Em Apodi, no Oeste do RN, o Hospital Regional Hélio Morais Marinho, registra ocupação total em seus três leitos destinados ao tratamento de casos mais graves.

*Tribuna do norte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: