NA MIRA DO MINISTERIO PÚBLICO: Prefeito Valderedo pode pagar a empresas de Luis da Funerária mais de meio milhão de reais em três anos

O Ministério Público que atua exemplarmente na fiscalização da lei, abriu inquérito civil contra a Prefeitura de Ipanguaçu, sob a gestão do prefeito Valderedo Bertoldo, para apurar supostas irregularidades na contratação de empresa para fornecimento de serviços funerários no ano de 2017.


O Blog do VT apurou que em 2017, a empresa L. C. G. DE OLIVEIRA – ME – mais conhecida por FUNERARIA SANTO ANTONIO, do empresário LUIS CARLOS GONCALVES DE OLIVEIRA, vulgo Luis da Funerária, foi contratada para a prestação de serviços funerários, no atendimento aos eventuais usuários dos benefícios, no valor de R$ 182.500,00.

Já em 2018, Valderedo autorizou nova licitação com mesmo objeto, tendo como ganhadora a SAFAM MASTER – SERVICOS DE ASSISTENCIA FUNERAIS LTDA no valor de R$ 207.640,00, e em 2019 com o valor de R$ 207.600,40.

Até então nada de errado, contudo, o proprietário da Funerária Santo Antonio é o mesmo proprietário da Safam Master, que é o empresário LUIS CARLOS GONCALVES DE OLIVEIRA e SANDRA MARIA DANTAS DE MEDEIROS, ou seja, o mesmo Luis da Funerária que ganhou em 2017 e está sob investigação do Ministério Público, ganhou em 2018 e 2019, só que com CNPJ distintos.

Em razão disto, o Ministério Público deve averiguar tal comportamento, pois se houve suspeitas de maracutaia em 2017, nos anos seguintes o prefeito Valderedo permitiu adjudicação da licitação, o mesmo gasto com o mesmo dono, só mudando os CNPJ, e isso poderá ser entendido como fraude, caso não haja justificativas plausíveis.

Agora quem está numa boa é Luiz da Funerária, já que em até três anos, os valores das licitações somadas chegam a 600 mil reais, para prestação de serviços funerários para a cidade de Ipanguaçú.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: