Ministério Público quer garantir acessibilidade na UERN em Mossoró

Resultado de imagem para uern mossoro

Termo de Ajustamento visa reformas nos Campus Central e da Faculdade de Medicina da universidade em Mossoró

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) em Mossoró e a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) firmaram Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para reforma nas sedes do Campus Central e da Faculdade de Medicina em Mossoró. O objetivo é torná-las acessíveis às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida em relação aos seus diversos ambientes.

As modificações devem obedecer ao estabelecido pela Associação Brasileira de Normas Técnicas e demais leis em vigor em matéria de acessibilidade, no prazo de 24 meses.

De acordo com o TAC, e apesar do empenho demonstrado pela universidade em solucionar os problemas de acessibilidade nas sedes do Campus Central e da Faculdade de Medicina da UERN, ainda não se mostrou possível a execução integral dos projetos de reforma elaborados com tal finalidade.

O problema persiste devido à falta de regularidade nos repasses financeiros previstos nas leis orçamentárias estaduais, por parte do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. A inexistência de duodécimos mensais que possibilitem uma execução orçamentária efetivamente autônoma pela referida instituição de ensino superior torna necessária a definição de prazos e condições para a consecução das melhorias em acessibilidade.

O Termo de Ajuste foi firmado pelos promotores de Justiça Guglielmo Marconi Soares de Castro e Hermínio Souza Perez Júnior e o reitor da UERN, Pedro Fernandes Ribeiro Neto, e implica na instalação e manutenção em regular funcionamento, nas sedes do estabelecimento de ensino, de elevadores, plataformas elevatórias e outros equipamentos destinados a assegurar a livre circulação de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, quando necessários, a partir do prazo de 120 dias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: