LÁGRIMAS DE CROCODILO: George Soares nunca chorou pelo povo, mas chora pela boquinha que vai perder ao sair do poder


O prefeito “mamulengo” da cidade de Assú, Gustavo Soares, juntamente com seu irmão, participaram de um programa nesse último sábado na rádio Princesa, para explicar a desistência de Gustavo na disputa pela reeleição a prefeito de Assú.

A conversa que deveria ser conduzida por Gustavo que é o prefeito, mas é meio “abobaiado”, e que quando fala, não diz nada com nada, foi pautada por George e desenvolvida por ele, o que não causa estranheza já que não é nenhuma novidade que quem governou Assú nesses últimos 4 anos foi Ronaldo e/ou George, menos o prefeito de direito Gustavo.

Agora o chororô com lágrimas de crocodilo foi o melhor da entrevista. George é quem mais chorava lembrando que sem o controle real da Prefeitura perde a força para manter sua família e aliados pendurados em cargos na administração municipal, porque ninguém vai aceitar ser fantoche. Além disso, vai perder força no sustento de cargos estaduais e federais.

Para que a população possa ver o nível da falsidade do deputado, em 10 anos como político, até hoje na história de Assú, ninguém nunca viu o deputado George derramar uma lágrima em nenhuma rádio local por uma situação triste que acometeu a um indivíduo ou a população, até mesmo nesse coronavirus que tem vitimado milhões de pessoas no mundo e que em Assú morreram vários porque nunca foi implantado na cidade uma UTI, por culpa da arrogância e prepotência de George.

O Blog desafia alguém a mostrar qualquer choro ou semblante emotivo de George em relação ao sofrimento do povo da cidade de Assú e no vale, no que diz respeito a saúde, educação, moradia, emprego e segurança.

O choro do deputado é de lamento porque vão ter que sair do poder, e quem entrar de um lado ou outro não vai querer ser fantoche e nem deve. O choro é pelo que eles vão deixar de ter, ou seja, a boquinha que vão perder. Isso é claro, quando ele diz na entrevista que não vai dizer que está feliz pela desistência, porque realmente ele não está, a tristeza e o nervosismo foram marcantes na entrevista, e agora, só resta esperar para sabermos quem será o premiado com o apoio de peso desse na briga pela Prefeitura do Assú.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: