Instituto Favorito do deputado George tem pesquisa suspensa em São Paulo do Potengi por inconsistências

O instituto SETA, preferido do deputado George Soares para divulgar pesquisas na cidade do Assú, realizou pesquisa em São Paulo do Potengi, e A Justiça da Oitava Zona Eleitoral, acatou pedido da Coligação “A RECONSTRUÇÃO É AGORA”, que tem como candidato à majoritária, EUGÊNIO PACELLI ARAÚJO SOUTO, no sentido de SUSPENDER a divulgação da pesquisa eleitoral do Instituto Seta e do Blog do BG.

Os motivos da suspensão foram, dentre outros, a escolha aleatória de menos de 25 % das áreas componentes da zona rural do Município, implicando em “estratificar de forma inadmissível a representatividade do eleitorado, podendo “conduzir a resultados divergentes e fora da margem de erro estabelecida”, diz a decisão.

Trocando em miúdos, foram observadas outras diversas inconsistências como a utilização da base de dados do cadastro eleitoral de 2018, que, segundo a decisão, “pode gerar inconsistências insanáveis na análise técnico-estatística, já que toma por piso um número total de eleitores inferior ao atualmente existente, mais precisamente 639 (seiscentos e trinta e nove) eleitores a menos, quantitativo superior, inclusive, ao montante dos pretensos entrevistados.

A pesquisa, destinada a coletar preferências dos eleitores para os cargos de prefeito e vice-prefeito limitou-se a efetuar o trabalho na zona rural do Município, usando uma base de dados desatualizada do cadastro eleitoral do mês de julho de 2018.

A Justiça Eleitoral entendeu que, realmente, diversos requisitos deveriam ter sido observados, sobretudo os requisitos exigidos pela Resolução TSE 23.600/2019, o que não ocorreu na coleta de dados da referida pesquisa.

O número de entrevistados na pesquisa seria de 440 eleitores, utilizando dados desatualizados, isto é, não condizentes com a realidade do eleitorado.

Fonte: A Trombeta news

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: