fbpx

Governo diz que vai radicalizar e decretar mais restrições à circulação de pessoas

Quem dá o tom é a ciência', diz governadora Fátima Bezerra sobre retomada  das atividades econômicas no RN | Rio Grande do Norte | G1

A governadora Fátima Bezerra anunciou que o Governo do Estado vai anunciar, ainda nesta sexta-feira (26), novas medidas de restrição à circulação de pessoas para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus. Segundo a governadora disse que a situação no estado requer medidas “radicais” para amenizar os efeitos.

Durante a coletiva de imprensa, Fátima Bezerra anunciou que oGoverno do Estado vai restringir os atendimentos externos presenciais em todos os órgãos públicos, incluindo Detran e nas Centrais do Cidadão. A determinação acata recomendação por parte da Secretaria Estadual de Saúde.

Além disso, Fátima Bezerra prestou contas de reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, onde solicitou o encaminhamento de 40 kits para a viabilização de novos leitos de UTI no estado, assim como solicitou também a garantia do custeio desses leitos durante o período de funcionamento. Segundo Fátima, Pazuello garantiu que a União vai arcar com os gastos para a operacionalização, mas que não poderá encaminhar tudo o que foi solicitado. “Solicitei 40 kits para leitos de UTI e o ministro de pronto colocou que o que o Ministério dispõe de ventiladores e monitores, que serão enviados ao Rio Grande do Norte, mas que as bombas de infusão, infelizmente, não dispõe. O Ministério está buscando adquirir essas bombas e aí faria o envio para o estado”, disse Fátima, afirmando que o custeio dos leitos está garantido.

Apesar da abertura de leitos, Fátima Bezerra disse que somente a liberação de espaço para o tratamento não será suficiente para conter a pandemia do novo coronavírus e que, por isso, o Governo vai publicar novo decreto sugerindo que os municípios façam restrições para a circulação de pessoas. A governadora não detalhou como será o documento, que ainda está em discussão junto às equipes do Executivo estadual, mas adiantou que as medidas serão publicadas hoje e que serão “radicais”.

“O que posso adiantar é que essas medidas restritivas terão como foco e alvo a restrição de circulação de pessoas e, portanto, evitar aglomerações em ambientes públicos e espaços privados que geram aglomerações. Isso significa a gente radicalizar nas medidas protetivas, mais severas, para que a gente possa, se Deus quiser, conter essa onda, cuidar da saúde e garantir ao povo do Rio Grande do Norte aquilo que é mais sagrado, que é o direito de sobreviver”, disse. “Abrir leitos é nosso papel e estamos fazendo, mas isso tem um limite. Está comprovado que as medidas restritivas são imprescindíveis para que a gente possa vencer essas fases críticas no contexto da pandemia. Tem sido assim no mundo inteiro”, completou a governadora.

Vacina

Sobre a vacinação, Fátima afirmou que solicitou, mais uma vez, a inclusão dos profissionais de saúde nas prioridades e que, desta vez, o ministro disse que há um direcionamento nesse sentido, mas sem definir uma data para essa inclusão. Além disso, Pazuello também garantiu a Fátima Bezerra, segundo ela, que está havendo um trabalho junto aos laboratórios para que se cumpra e se amplie o fornececimento de vacinas para que o cronograma seja seguido.

Com informações, Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: