fbpx

George Soares deve assumir comando da campanha de Robinson no Assu e no Vale

Resultado de imagem para george soares e joao maia

Apesar das marcas do fisiologismo e da corrupção, o PR, com um minuto e meio de televisão, é cobiçado na corrida presidencial, segundo a reportagem de Veja. Na matéria assinada por Thiago Bronzatto, o Partido da República (PR). Sexta maior força na Câmara dos Deputados, com 41 parlamentares, a legenda sempre é cortejada em momentos importantes da política nacional.

Em época de eleição, o PR é particularmente cobiçado pelo um minuto e meio de propaganda diária de que dispõe na TV — tempo considerado suficiente para desequilibrar a disputa em favor de um candidato. Com tanto a oferecer, a legenda vem sendo assediada pelos principais presidenciáveis, como Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) a despeito de sua trajetória errática.

Pela história do PR, sabe-se que apoio político e coligação formal são o resultado de uma equação que nunca é igual a zero. Na campanha de 2002, a legenda cobrou — e levou — 10 milhões de reais para apoiar o PT, segundo a Veja. No comando dos Transportes na gestão Temer, o PR administra um orçamento de 22 bilhões de reais.

Aqui no RN, o presidente estadual do PR e pré-candidato a deputado federal, João Maia, é assediado e cobiçado pelos caciques da política potiguar, mas ele ainda não definiu com quem vai ficar.

No entanto, a tendência, é de que no dia 07 de julho, prazo final para a tomada de definição, o PR passe apoiar a reeleição do governador do PSD, Robinson Faria, com o deputado estadual George Soares, assumindo o comando da coordenação da campanha eleitoral do governador no Vale do Açu

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: