FIRJAN: Prefeito Valdir Medeiros é incompetente na Gestão Fiscal de Jucurutu

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (FIRJAN) divulgou recentemente a versão 2019 do Índice FIRJAN de Gestão Fiscal (IFGF), que traça o panorama da administração pública nos mais de 5 mil municípios brasileiros sob o ponto de vista do aspecto financeiro.

O trabalho baseou-se nos dados de 2018 e trouxe São Gonçalo do Amarante novamente como 1º lugar no Rio Grande do Norte em relação ao IFGF, mas apontou Jucurutu como 87º colocado no Estado, em meio aos 167 municípios do Rio Grande do Norte, com pontuação de apenas 0,2492.

O resultado é alarmante, pois mostra uma tendência de queda do município – que vem ocorrendo desde 2017, quando Jucurutu tinha o 69º IFGF do RN – e que piora o desempenho a cada ano, nesse período avaliado pelo levantamento, nos últimos dois anos.

Na série histórica do estudo da FIRJAN, Jucurutu alcançou seu melhor desempenho no ano de 2016, durante gestão do ex-prefeito George Queiroz, ao obter nota de 0,3649 e seu IFGF ficar em 56º lugar no Estado, mesmo estando, naquele momento, sofrendo os efeitos da mais forte crise econômica que assolou o Brasil e que atualmente, conforme dados da economia nacional, já não afeta mais o país como antes.

IFDM

A FIRJAN também disponibiliza um estudo nacional, com evolutivo histórico de 2005 a 2016, referente à gestão pública municipal, nas áreas de saúde, educação, emprego e renda, chamado Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal (IFDM).

Também nesse indicador, Jucurutu apresentou seu melhor resultado durante a gestão do ex-prefeito George Queiroz, tendo ficado no ano de 2013 em 27º lugar no RN, com nota de 0,6857 e no 15º lugar considerando a geração emprego e renda.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: