fbpx

Filha mata pai no hospital com veneno de carrapato em Natal

Hospital Giselda Trigueiro, na Zona Oeste de Natal, é referência em infectologia — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Em depoimento à Polícia, a mulher, de 27 anos,confessou ao delegado Roberto Andrade, responsável pelo flagrante, que envenenou seu pai de 60 anos foi envenenado pela própria filha num leito de UTI no Hospital Giselda Trigueiro, zona Oeste de Natal, que estava internado por complicações decorrentes de AIDS.

Ela disse que cometeu o crime para amenizar o sofrimento do pai e revelou que comprou um carrapaticida em uma loja de rações e foi até o hospital, injetando o veneno no aparelho de soro do pai.

Após a ação, ela percebeu a alteração da frequência cardíaca do pai e chamou a equipe médica, que observou uma seringa e o veneno no lixo. “Verificaram um cheiro estranho dentro da UTI que não é normal para nenhuma medicação e a mudança de cor do tubo que leva a medicação, além de a seringa no lixo e que era estranho no local. Ao verem as visitas foram até ela que acabou confessando o crime”, contou o delegado Roberto Andrade, responsável pelo flagrante.

O caso aconteceu no começo desta terça-feira (15), segundo a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A filha foi presa pouco tempo após o caso e vai responder por homicídio qualificado na justiça. .

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: