Fabielle entrega medalha a prefeito do Assú e vira a bola da vez de 2020

A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
Vereadora Fabielle Bezerra entrega homenagem a Gustavo Soares e passa a ser apontada como a candidata governista a prefeita do Assu no próximo ano

A entrega de ontem da medalha “BARÃO DO ASSÚ LUIZ GONZAGA DE BRITO GUERRA “ ao prefeito do Assú Gustavo Soares pela  vereadora Fabielle Bezerra, durante a sessão da Assembléia Legislativa é mais um sinal que aponta-a como candidata a prefeita substituta do super secretário Nuilson Pinto, o Pavão, do grupo governista liderado pelo deputado George Soares, nas eleições de 2020.

A gastança com a aquisição da medalha para homenagear o prefeito do Assu e outras autoridades, foi do atual presidente da Câmara de Vereadores do Assu Francisco de Assis, vulgo Tê do Solidariedade, que contratou empresa sem licitação por R$ 3 mil para executar serviços superficiais para adquirir a comenda para o Poder Legislativo.

Juiz homenageado pode cassar ou não, o irmão de deputado do PR a qualquer momento 

O juiz Marivaldo Dantas que tem a responsabilidade de julgar o pedido do MP Eleitoral pela cassação do mandato do prefeito do Assú Gustavo Soares, foi um dos homenageado pela Assembleia

Nos bastidores, comenta-se que a escolha da vereadora Fabielle Bezerra, para entregar a medalha ao filho do ex-prefeito Ronaldo Soares, não foi por acaso. O juiz eleitoral Marivaldo Dantas, foi também um dos homenageados ontem na sessão da Assembléia em Assú, na Câmara de Vereadores.

COMPREENDA O CASO

Na segunda-feira (29 DE NOVEMBRO DE 2016), a então juíza Aline Daniele Belém Cordeiro Lucas proferiu sua sentença sob o pedido de impugnação solicitada pelo Ministério Público Eleitoral contra o candidato Gustavo Soares, prefeito eleito da cidade de Assu.

Na sentença, a juíza julgou desaprovada a prestação de contas da campanha eleitoral do candidato do PR e filho do ex-prefeito Ronaldo Soares.

No seu despacho ela diz. “Acolho a impugnação realizada pelo Ministério Público Eleitoral, para considerar que as falhas comprometem a regularidade das contas (eleitorais).

Novas eleições

Com a reprovação das contas de Gustavo Soares, o Ministério Público pede a sua cassação e a imediata realização de novas eleições no município de Assu. O juiz Marivaldo Dantas deverá em breve dar a sentença se cassa ou não, o prefeito Gustavo Soares e a vice-prefeita Sandra Alves.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: