Ex-diretora denuncia existência da máfia de compra e venda de plantões no hospital do Assú

BABÃO Jarbas não se fez de rogado e afirmou que pelo curriculo Liduina, ela é competente, disse para agradar a protegida de George e do Pavão

O apresentador do programa Caderno de Ocorrências Jarbas Rocha, da Princesa FM, um programa policial de grande da emissora que recebe R$ 19 mil por mês da Prefeitura do Assú para proteger o clã dos Soares que também são sócios da rádio, entrevistou hoje a mando do deputado estadual George Soares, a ex-diretora do Hospital Regional Dr Nelson Inácio Liduina Melo, a protegida do secretário Nuilson Pinto, o Pavão.

A iniciativa de exigência do deputado do PR, George Soares, irmão do prefeito Gustavo Soares, foi tomada após a exoneração de Liduina e de perder a queda de braço para o deputado do MDB Nélter Queiroz, na indicação da direção geral da unidade do Assú. 

O apresentador Jarbas Rocha numa ação bajulatória de deixar qualquer um ouvinte envergonhado, durante a entrevista aproveitou para rasgar elogios a ex-diretora Líduina Melo, dizendo que pelo currículo dela, percebe-se que a apadrinhada e protegida do deputada estadual George Soares e do secretário Nuilson Pinto, o Pavão, competência ela tinha. Um mimo ao vivo para justificar o salário que Jarbas ganha no gabinete de George e o que Princesa recebe dos cofres públicos para pagar a folha salarial mensal do servidores da emissora.

Na entrevista, Líduina Melo desabafou e abriu o bico para revelar que encontrou um verdadeiros desmantelo no hospital e fez uma grave denuncia sobre a existência de uma suposta máfia dentro do Hospital Regional do Assu, responsável pela compra e venda de plantões médicos. Apesar de não citar nomes dos ex-diretores do hospital e dos médicos que integravam essa suposta máfia, Líduina Melo, garantiu que todos da diretorias passadas sabiam desse esquema criminoso no hospital. ESCUTE TRECHO DA ENTREVISTA ABAIXO

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: