Em evento com Lula, petistas acusam TSE de proteger Temer

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou o conteúdo das delações premiadas e disse que os parlamentares do PT devem rebater as acusações de caixa 2 na operação Lava-Jato. Durante posse de Luiz Marinho como presidente do PT de São Paulo, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), neste sábado, Lula ainda afirmou que os tucanos sumiram depois de serem alvo de acusações. O ex-presidente disse ainda que “nunca o Brasil precisou tanto do PT como está precisando agora”.

Ao discursarem no evento, petistas acusaram o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de proteger o presidente Michel Temer no julgamento da chapa, na sexta-feira.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, criticou o julgamento do tribunal.

– O TSE mudou sua interpretação para salvar o Temer – afirmou.

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad seguiu na mesma linha:

– É importante sublinhar que certamente se não tivesse ocorrido o impechament (da ex-presidente Dilma Rousseff), o resultado do julgamento seria outro.

Já Lula não falou sobre o assunto em seu discurso. Na saída, ao ser questionado sobre o tema, respondeu:

– Quem sou eu para dar palpite numa decisão judicial?

Lula, no entanto, disse que “o Brasil está precisando do PT”.

— Nunca o Brasil precisou tanto do PT como está precisando agora. Nós sabemos como fazer a economia crescer, como criar emprego — afirmou o petista, pedindo que seus correligionários mostrem à população as realizações das administrações do partido. — Haverá um dia que a gente vai se dar conta do que foi o PT.

Segundo Lula, o partido mostra “que é possível uma alternativa econômica, cultural, ambiental”.

— Porque quando a gente chegar lá, a gente vai ter que desfazer tudo o que eles estão fazendo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: