fbpx

Colônia de Pescadores de Assú já faturou quase R$ 1 milhão desde 2020 e falta transparência e projetos pro setor

A vereadora Sônia da Pesca que preside a Colônia de Pescadores há cerca de 20 anos, está com muita dor de cabeça nos últimos meses, pois os pescadores tem questionado e cobrado a falta de transparência da gestão, que não investe na qualificação dos pescadores, e não tem um projeto sequer sendo executado pra melhorias do setor.

De 2020 até o momento, a Colônia recebeu de aproximadamente 2.700 pescadores a quantia de R$ 20,00 por mês, e em 2021 passou a receber quase R$ 22,00, totalizando até hoje quase R$ 1 milhão, e se comenta que ninguém sabe onde foi aplicado e o pior, ninguém vê esses recursos sendo transformados em benefícios pro setor pesqueiro.

A verdade é que Sônia da Pesca já trata a presidência como um cargo vitalício, e  o burburinho do momento na cidade é que ela usa e abusa do seu “poder” de presidente que está mais para ditador, já que os benefícios só chegam pra ela enquanto os pescadores sofrem sem uma ação concreta que proporcione mais chances de geração de renda para as famílias da região, e que englobem as mulheres e filhos trabalhando no beneficiamento dos peixes.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: