CNBB diz que vai defender candidatos que ‘não promovam mais violência’

CNBB

No lançamento da Campanha da Fraternidade 2018, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o presidente da instituição, cardeal Sergio da Rocha, afirmou que a igreja quer candidatos comprometidos com a justiça social e com a paz, e “não aqueles que promovam ainda mais a violência”. A manifestação ocorreu após o cardeal ser questionado sobre como a igreja irá se posicionar sobre os candidatos das eleições 2018 que defendem a liberação de portes de armas em alguns casos, por exemplo.

“A Igreja está orientando os próprios eleitores, não substituindo suas consciências, mas ajudando a formá-las”, afirmou o presidente da CNBB a jornalistas logo após a cerimônia de lançamento da campanha, que tem como tema “Fraternidade e a Superação da Violência”.

Com as presenças do secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, da presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, do secretário-executivo da Comissão Brasileira de Justiça de Paz, da CNBB, Carlos Moura, e do deputado federal Alessandro Molon (Rede-RJ), a solenidade foi marcada por discursos de alerta do poder público pela implementação de políticas públicas contra a violência. As informações são de Amanda Pupo e Isabela Palhares, O Estado de S.Paulo.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: