Depoimento de Lula: manifestantes começam a chegar a Curitiba

Cerca de 500 pessoas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) começaram a chegar a Curitiba, em mais de 20 ônibus, para acompanhar o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, previsto para amanhã (10), na Justiça Federal.

O depoimento será dado ao juiz Sérgio Morro, no processo em que o ex-presidente é acusado de receber propina da empreiteira OAS por meio das reformas de um apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, e de um sítio em Atibaia, no interior do estado. A defesa do ex-presidente nega que ele seja dono dos imóveis.

A defesa de Lula protocolou nessa segunda-feira (8) um habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, para pedir a suspensão do processo em que ele é acusado de receber vantagens indevidas da construtora OAS. A defesa alega que não teve tempo hábil de analisar documentos que foram juntados ao processo entre os dias 28 de abril e 2 de maio por meio digital.

Leia maisDepoimento de Lula: manifestantes começam a chegar a Curitiba

Temer se reúne com senadores do PMDB

Temer se reúne com o PMDB

O presidente Michel Temer está reunido com a bancada de senadores de seu partido, o PMDB. O encontro desta terça-feira (9) é uma tentativa de reaproximar Temer e o líder do partido no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que tem feito reiteradas declarações contrárias às reformas trabalhista e previdenciária, bem como contra a terceirização.

A pauta da reunião não foi oficialmente informada, mas a expectativa é de que ela sirva para o partido aparar arestas e, dessa forma, favorecer uma unidade para a votação da reforma trabalhista.

Leia maisTemer se reúne com senadores do PMDB

Contra rejeição, governo investe nas mídias sociais

Temer

O Palácio do Planalto prepara uma série de ações de comunicação para sexta-feira (12), incluindo o lançamento de uma estratégia digital com foco nas redes sociais, para marcar o primeiro ano do governo Michel Temer e tentar diminuir a rejeição do presidente. Além disso, Temer vai comandar uma reunião ministerial em que todos os titulares das pastas deverão apresentar um balanço de suas ações.

Serão quatro novos canais digitais, com foco, segundo interlocutores do presidente, em comunicação mais “direta, eficiente e segmentada”. A distribuição será feita prioritariamente via Facebook e Twitter.

Um deles será focado na rotina do Planalto, com divulgação de agendas do presidente e vídeos de ministros. Outro terá como foco a economia – a ideia é destacar o que o governo considera como “boas notícias” da área. Haverá ainda um terceiro com foco nas ações políticas e o último será concentrado em serviços. Uma equipe foi contratada para a produção de conteúdo e o setor de comunicação foi reforçado. As informações são da Agência Estado.

Leia maisContra rejeição, governo investe nas mídias sociais

Apesar de controvérsia jurídica, STF tem 20 juízes auxiliares

BRASILIA, DF, BRASIL, 07-12-2016, 14h00: Sessão plenária do STF (Supremo Tribunal Federal), que julga recurso do presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) contra decisão liminar do ministro Marco Aurélio que afastou Renan da presidência do senado. A ministra Carmen Lucia preside a sessão. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress, PODER)

Uma medida administrativa aprovada em 2007, na gestão da presidente Ellen Gracie, alterou o regimento interno do STF, permitindo a designação de juízes auxiliares

Por Frederico Vasconcelos – Folha de são Paulo

O STF (Supremo Tribunal Federal) mantém 20 magistrados atuando como juízes auxiliares nos gabinetes de 9 dos seus 11 ministros, apesar das alegações de que essas convocações violariam a Constituição Federal, cujo guardião é o próprio STF.

Trata-se de antiga controvérsia que voltou à tona com o anúncio da criação de uma força-tarefa para ajudar o ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava Jato.

Em 2012, o jurista José Afonso da Silva, professor titular aposentado da Faculdade de Direito da USP, opinou em parecer que a Constituição conferiu apenas ao corregedor nacional de Justiça a competência para requisitar magistrados.

Uma medida administrativa aprovada em 2007, na gestão da presidente Ellen Gracie, alterou o regimento interno do STF, permitindo a designação de juízes auxiliares.

O professor diz que a convocação desses juízes não poderia ser autorizada por uma emenda no regimento do STF, “porque interfere com a autonomia de outros tribunais”.

Leia maisApesar de controvérsia jurídica, STF tem 20 juízes auxiliares

Mesmo criticando reformas, Renan é convidado para encontro de Temer com bancada

O presidente Michel Temer recebe hoje a bancada de senadores do PMDB para pedir apoio a favor das reformas. O líder da bancada, Renan Calheiros, que tem batido diariamente nas propostas, foi convidado.

A ala governista do PMDB mandou um recado para Renan: pode ficar contra as reformas como pessoa física. Como pessoa jurídica, ou seja, como líder do partido, isso não será aceito, segundo a Coluna do Estadão.

Após demissão na Funai, governo nomeia presidente interino e troca diretor de gestão

Marcelo de Moraes/Estadão

Depois de demitir o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), na semana passada, o governo publica nesta terça-feira, 9, no Diário Oficial da União (DOU) novas mudanças no órgão, que é vinculado ao Ministério da Justiça, comandado pelo peemedebista Osmar Serraglio.

Para o lugar do ex-presidente Antônio Fernandes Toninho Costa, foi nomeado Franklimberg Ribeiro de Freitas, que assume o comando da Fundação interinamente. Freitas já trabalhava na instituição, como diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, cargo do qual foi exonerado nesta terça.

Além disso, o governo tirou Janice Queiroz de Oliveira da chefia da Diretoria de Administração e Gestão da Funai e a substituiu por Francisco José Nunes Ferreira.

Por Luci Ribeiro e André Borges, O Estado de S.Paulo

Prefeito Valderedo recebeu quase R$ 23 mil de salário da Prefeitura de Ipanguaçu e do Governo do Estado em janeiro

Resultado de imagem para valderedo ipanguaçu

O prefeito de Ipanguaçu Valderedo Bertoldo, do PSDB, não dorme no ponto e lavou a burra no mês de janeiro deste ano, quando embolsou quase R$ 23 mil de salários como prefeito constitucional do município e técnico de Saúde da Secretaria Estadual de Saúde Pública – Sesap.

Enquanto a maioria dos trabalhadores recebem uma miséria por mês, o prefeito Valderedo Bertoldo recebeu R$ 17.500 dos cofres da Prefeitura de Ipanguaçu e mais R$ 5.346,50 dos cofres do Governo do Estado como técnico administrativo em saúde.

E isso pode? Cadê os vereadores de Ipanguaçu e o Ministério Público ?

Governo Temer planeja votar reforma da Previdência dia 24 ou 31 de maio

Expectativa no Palácio do Planalto é de ao menos 330 votos consolidados pró-reforma

Apesar de admitir que ainda não tem votos para votar a reforma da Previdência no plenário da Câmara, o governo acredita que a votação do projeto acontecerá ainda em maio. A previsão é que a PEC vá a plenário no dia 24 ou 31 de maio, segundo assessores do Palácio do Planalto, que garantem que o governo ainda “não jogou a toalha”. Eles negam a previsão de que a proposta só vá a voto em agosto.

Além disso, e a despeito da resistência de parlamentares em votar pela aprovação da reforma, responsáveis pela articulação política do governo garantem que, quando a proposta for votada, ela terá ao menos 330 votos consolidados da base aliada, que tem cerca de 411 deputados.

— O governo ainda não jogou a toalha, quer votar no primeiro semestre na Câmara. E estando pronto para o plenário, o governo espera ter 330 votos confirmados da base — disse um interlocutor do governo.

 

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: