Câmara vai definir regra para voos de deputados

A Mesa Diretora da Câmara vai discutir na próxima semana novas regras para viagens internacionais dos deputados e servidores. O presidente da Casa, Rodrigo Maia, antecipou à Coluna que “o ideal é caminhar tudo para ser de classe econômica”, como já é hoje. Há, porém, pressão para que sejam criadas exceções.

A discussão do tema é necessária porque o presidente Michel Temer vetou todo o capítulo da Lei de Diretrizes Orçamentárias sobre as passagens. Por um erro, acabou deixando sem regra alguma. Ou seja, hoje tudo é permitido.

Meio termo. O deputado Marcus Pestana (PSDB-MG) cobra bom senso da Câmara. “Não pode ter mordomia, mas também não dá para mandar um deputado em missão oficial para a China de classe econômica. É uma viagem cansativa e não é turismo”, afirma.

Endureceu. O Executivo já definiu as regras para seus ministros e servidores, na última semana. Vai autorizar só voos em classe econômica. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), manterá a proibição para voos em executiva e primeira classe. As informações são da Coluna do Estadão.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: