Banco do Nordeste executa dívida de R$ 550 mil contra a Cerâmica Casa Forte em Assú

O Banco do Nordeste do Brasil ingressou no ano passado com ação de  Execução de Título Extrajudicial contra a empresária Cleide Maria da Silva Araújo ME, proprietária da Cerâmica Casa Forte, situada na Fazenda Casa Forte, Lagoa do Ferreiro, em Assú, para cobra uma dívida milionária no valor de R$ 550.605,84.

A Cerâmica Casa Forte que corre o risco de ter seus bens penhorados, tem como seu advogado de defesa e procurador, João da Cruz Fonseca Santos, foi notificado pela Justiça em fevereiro deste ano, para devolver os autos do processo supra identificado, no prazo de 03 (três) dias, tendo em vista o prazo já expirado, sob pena de aplicação do art. 234, §2º, do CPC. 

Numa rápida pesquisa do Blog do VT, no Portal da Transparência da Câmara Municipal do Assú, o advogado de defesa e procurador da Cerâmica Casa Forte, João da Cruz Fonseca Santos, exerce atualmente o cargo comissionado do Poder Legislativo Municipal comandado pelo presidente e vereador João Wálace, com salário mensal de R$ 3 mil.

Numa pesquisa no YouTube, o Blog do VT, encontrou um vídeo publicado
em 20 de dez de 2014 pelo blogueiro Emanuel Luis, ex-assessor de comunicação da Câmara de Vereadores do Assu e atual assessor do deputado estadual reeleito George Soares, que destaca a abertura do primeiro forno metálico móvel do RN na cerâmica Casa Forte. VEJA VÍDEO ABAIXO

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: