Auditor do TCU acusado de participar de ato pró-Bolsonaro deixa cargo

O auditor do TCU Carlos Augusto Melo Ferraz deixou o cargo de secretário de Controle Externo no Ministério da Saúde, responsável por coordenar a fiscalização dos gastos do governo relacionados à pandemia de coronavírus, segundo a Veja.

A revista diz que Ferraz teria participado do ato pró-Jair Bolsonaro de 17 de maio, que provocou aglomerações em Brasília –uma imagem do auditor foi parar nos grupos de servidores do TCU e logo se espalhou.

Segundo um colega de Ferraz, ele deixou o cargo “em face das repercussões negativas de imagem sua publicada na internet, por entender que poderia prejudicar a imagem institucional”.

O Antagonista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: