fbpx

ASSÚ: Descaso com a Escola Nair Fernandes leva professor a fazer apelo no instagram

Uma postagem tem tomado contas das redes sociais em que o professor Elissandro faz o seguinte relato e ao mesmo tempo, um apelo em favor da  Escola Nair Fernandes:

Descaso na educação

A escola Nair Fernandes é hoje o maior retrato do descaso com que vem sendo tratada a educação pública de Assú desde sempre.

Essa escola, que nunca é de mais lembrar, existe há mais de 20 anos e não tem uma sede própria, hoje passa por mais um problema fruto do descaso com que é tratada a escola desde que foi instituída.

Durante a pandemia a escola (que não tem prédio próprio), passou por uma reforma. Nessa reforma foi propagandeado pela atual gestão municipal que toda a escola seria climatizada. Após mais de um ano sem poder frequentar a escola por causa de uma pandemia, ao retornarem para a escola, alunos e professores encontraram a escola toda estruturada para ser climatizada, todas as salas forradas e sem uma saída de ar, porém, um ar condicionado além dos que já tinham e foram colocados a partir de recursos conseguidos através de ações realizadas pela própria escola, não foi colocado.

A realidade agora é que as salas de aula não possuem a menor condição de receber os alunos, o calor é insuportável. Chega a ser desumano!

Na busca por uma solução foi decidido em uma reunião com várias representações, incluindo o conselho escolar da escola e a secretária de educação, que passaríamos uma semana com aulas remotas (semana passada), para que fossem consertados alguns ventiladores e colocados outros em algumas salas, e na semana seguinte as aulas retornariam com uma espécie de rodízio entre os alunos (50% presencial/50% remoto).

Após uma semana, está comprovado que a solução tentada não resolve e ainda agrava o problema. Colocar ventiladores em salas estruturadas para receber ar condicionados não resolvem o problema, assim como deixar em casa alunos que por mais de um ano tiveram péssimo aproveitamento por não ter as condições adequadas para assistir aula de forma remota acaba sendo uma forma de punir o aluno por um problema que não foi ele que causou.

Como professor é revoltante ver essa situação, mas me revolta muito mais pelos alunos, pois se é ruim trabalhar em uma escola pública dessas, muito pior é depender dela para aprender algo pensando em ter um futuro melhor.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: