Alckmin deixa estradas de SP sem radar fixo que ‘caça’ carro roubado

SAO PAULO - SP - BRASIL, 31-05-2017, 16h00: RADARES NAS RODOVIAS. Radar em operacao na rodovia dos Imigrantes, proximo a balanca, altura do km 30. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress, COTIDIANO) ***EXCLUSIVO FSP***

Radares fiscalizam velocidade no km 30 da Imigrantes; rodovia tinha aparelhos “dedo-duro” fixos até 2015

Por Júlia Barbon – Folha de São Paulo

As rodovias estaduais de SP estão há mais de dois anos sem radares inteligentes fixos, aqueles conhecidos como “dedo-duro”. Além de fiscalizar a velocidade, esses aparelhos conseguem ler placas de todo o país e detectar veículos roubados ou com licenciamento atrasado.

A ausência dos equipamentos ocorre após a gestão de Geraldo Alckmin (PSDB) ter elencado como uma de suas prioridades a implementação de sistemas inteligentes de segurança no Estado.

Acontece também em meio a uma disparada no número de roubos de carga, um dos crimes que podem ser descobertos com a ajuda desse sistema. Foram 3.546 casos nos primeiros quatro meses deste ano, contra 2.929 no mesmo período do ano passado –uma alta de 21%.

Entre 2010 e 2015, a fiscalização de 24 das principais estradas de São Paulo, como Raposo Tavares, Castello Branco, Bandeirantes e Anchieta-Imigrantes, era feita por 42 radares inteligentes fixos. Em abril daquele ano, porém, o contrato com as operadoras venceu, e a gestão Alckmin desativou todos eles.

Sobraram apenas os equipamentos portáteis, usados por policiais militares rodoviários dentro do carro ou em tripés à beira das vias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: