fbpx

POPULAÇÃO QUEM PAGA: Carro para levar prefeito Gustavo Soares de Mossoró para Assú e combustível custará mais de R$ 260 mil reais por ano

A vida boa não quer pressa quando o dinheiro não é seu, e isso retrata bem a vida boa e mansa do prefeito Gustavo Soares, que mostra o que de fato importa, quando autorizou uma licitação de mais de R$ 6 milhões para locação de carro, e dentro dessas despesas, não podia faltar o carrão do super prefeito cassado.

A população do Assú irá pagar exatamente, a quantia mensal de R$ 18.723,67 no carro para o prefeito, e por ano, essa despesa chega a quase R$ 227 mil reais, e a utilidade do carro é para levar o prefeito Gustavo e a esposa Mariana, todos os dias de Mossoró para Assú, e de Assú para Mossoró, já que eles só dormem na mansão em Alphaville.

Mas a gastança não para por aí, porque o povo ainda paga o combustível utilizado para ir e voltar todo dia, além do motorista.
Então, a despesa vai bem além da locação, pois a locação do carro é mais de R$ 18 mil, somado aos abastecimentos que custa em torno de R$ 400,00, e por mês essa conta chega a quase R$ 2900,00 considerando 8 abastecimentos, e no ano, atinge o valor de R$ 38 mil reais.

A despesa de carro e combustível ultrapassa a casa dos R$ 263 mil reais, e quem vai pagar essa conta é o povo do Assú, que mantém a luxuosa vida boa do prefeito Gustavo, mas as UBS dos bairros e comunidades ficam sem atendimentos médicos e sem medicamentos.

Gustavo Carvalho chama atenção para índice de reajuste de ICMS no RN

O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) discordou, em pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (8), do possível reajuste da alíquota de ICMS no Estado, que vem sendo extraoficialmente ventilada entre 22% e 24,5%. O parlamentar ainda cobrou posicionamento das entidades representativas do setor econômico do RN.

“O Governo do Estado está criando obstáculo para quem produz no RN. O secretário [estadual de Tributação] Cadu Xavier foi entrevistado e falou sobre a matéria que o Governo encaminhará à nossa Casa com o intuito de aumentar a alíquota de ICMS de 18% para 24,5%, mas hoje a sugestão é que fique em 22%”, apontou.

Além de discordar do reajuste, o deputado também criticou a falta de posicionamento de representantes e da classe produtiva. “A classe produtiva do Rio Grande do Norte tem que se posicionar sobre esse absurdo. Nossa tarefa é uma das mais altas do Brasil e o atual governo, que se diz popular, quer aumentar essa tarifa, que bate mais no médio e pequeno empreendedor”, disse.

Gustavo Carvalho encerrou sua fala defendendo o desenvolvimento econômico como uma das bandeiras do seu mandato.

Análise: arrecadação recorde e dinheiro em falta; o que explica a contradição?

O brasileiro que acompanha as notícias sobre as contas do governo está perdido. Por um lado, há dez anos não se arrecadava tanto imposto. De outro, falta dinheiro para a educação, a saúde e até para fazer passaportes.

A explicação está quase toda no teto de gastos. Mas os motivos desse “quase” eu dou mais adiante.

O teto de gastos

Em vigor desde 2017, o teto de gastos prevê que as despesas do governo só podem crescer, a cada ano, o equivalente à inflação acumulada em 12 meses até junho do ano anterior. Se a inflação for de 6%, por exemplo, os gastos podem crescer os mesmos 6%.

Essas despesas incluem tanto as despesas consideradas obrigatórias (como salários de servidores e gastos da Previdência) quanto os conhecidos como “discricionários” – dos quais fazem parte desde investimentos a gastos como contas de luz, aluguéis e compras de equipamentos.

Acontece que 1) o teto de gastos não muda com o aumento da arrecadação; e 2) as despesas obrigatórias cresceram. Com isso, o dinheiro para as despesas discricionárias ficou pequeno – e muita coisa vem sendo cortada.

O resultado é de terra arrasada: universidades sem recursos, residentes de medicina (que atendem em hospitais universitários) e bolsistas da Capes sem pagamento, falta de medicamentos no programa Farmácia Popular e até carros da Polícia Rodoviária Federal com manutenção suspensa.

Leia maisAnálise: arrecadação recorde e dinheiro em falta; o que explica a contradição?

Prefeito Gustavo Soares não se preocupa com situações deploráveis em UBS porque mora numa mansão no Alphaville em Mossoró cercado de Luxo e Segurança

O prefeito Gustavo Soares nunca morou em Assú, apenas quando seu irmão quis que ele fosse candidato para que fosse mantida a boa vida dos familiares e agregados, foi que ele veio então conhecer a terra dos poetas.

Mas todos sabem que ele nunca morou na cidade que governa, vive pra lá e pra cá, indo e voltando todos os dias de Mossoró para Assú e de Assú para Mossoró, porque a terra dos poetas não é boa o suficiente nem para ele construir ou comprar uma casa.

O ambiente de Assú não é o ambiente que o prefeito cassado quer pra vida dele, ele quer apenas receber o salário que paga as contas da mansão que ele mora com a esposa no Alphaville em Mossoró. O mais interessante, é que eles gostam de viver cercado de muito luxo e segurança, já que nesse condomínio tem toda uma estrutura incluída nas despesas mensais que não são baratas.

Mas você leitor, pode tirar suas conclusões: uma pessoa que não vive em Assú e está a todo momento cercado de luxo e empregados para dar conta da casa, vai querer se preocupar com a população de outra cidade? O prefeito cassado tem feito ouvido de “mercador” e não quer nem saber da situação deplorável que a população de Linda Flor e outras comunidades, além de UBS em outros bairros, que sofrem dentro das unidades de saúde, mas afinal, Gustavo não sabe o que é passar dificuldade e muito menos trabalhar, já que levou mais de dez anos para se formar e a família bancando esse curso longo fora do estado.

Depois de formado foi que ele iniciou a trabalhar, mas aí veio a chance de ser prefeito, e olha que interessante, o prefeito cassado passou a gerir uma prefeitura milionária, com um salário gordo, indicando familiares para gabinetes de deputado George, senadora Zenaide e do deputado João Maia, e ainda tem um carro top de linha com motorista pago pela Prefeitura.

Não parando por aí, pra completar, o combustível também entra na cota da despesa da Prefeitura, todo dia o tanque é enchido para ir pegar e deixar o prefeito de Mossoró a Assú, e de Assú a Mossoró.

Então caro leitor, o prefeito Gustavo não vai se preocupar em solucionar problemas de UBS, quando ele tem mais o que fazer, como promover festas com dinheiro que pertence ao povo, para que ele, a esposa, os amigos do Alphaville tenham shows de graça bancado pela população, e os problemas que afligem a sociedade caiam no esquecimento.

RN libera D5 de vacina contra Covid para idosos acima de 60 anos

São Paulo – Vacinação contra covid-19 de pessoas com comorbidade no posto drive-thru montado no Memorial da América Latina.

O Rio Grande do Norte deve iniciar nesta sexta-feira (9) aplicação da terceira dose de reforço (D5) contra covid-19 para idosos acima de 60 anos.

A ampliação da campanha acontece em decorrência de fatores como o aumento no número de casos notificados e hospitalizados da doença, além da identificação da variante BE.9 no Estado.

O objetivo, de acordo com a Sesap, é aumentar a imunidade e reduzir o número de óbitos do público-alvo.

Ao todo, foram distribuídas 59.100 doses de Pfizer-adulto para efetivar a vacinação dos idosos, das quais 15.438 serão destinadas ao município de Natal. Em nota técnica publicada nesta quarta-feira (7), a Sesap orienta que os municípios devem retirar as doses nas Unidades Regionais de Saúde Pública – e os municípios da Região Metropolitana de Natal na sede da Unicat – a partir desta quinta-feira (8), para que iniciem a vacinação a partir da sexta-feira.

Segundo a Coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima, além do cenário geral da covid-19 no Estado, a decisão também foi motivada pelo aumento no número de óbitos de idosos, que tomaram a D4 a mais de 6 meses.

“O Estado vem vacinando com a quinta dose os idosos acima de 80 anos, então a ideia é que a partir da próxima sexta-feira nós possamos garantir a aplicação da quinta dose para todas as pessoas acima de 60 anos”, explicou.

No Rio Grande do Norte, 102% da população acima de 60 anos já receberam a primeira dose ou dose única da vacina contra a covid-19, o que corresponde a um total de 474.672 idosos.

Em relação à primeira dose de reforço (D3), 434.963 idosos receberam a aplicação, enquanto na segunda dose (D4), 58% do público conta com a dose no esquema vacinal. Os dados são do RN + Vacina atualizados às 8h51 desta quinta-feira (8).

ALRN presta homenagem pelos 120 anos do Instituto Histórico e Geográfico do RN

A Assembleia Legislativa prestou homenagem, na tarde desta quarta-feira (7), ao Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN), que completou 120 anos no dia 29 de março deste ano. Em sessão solene proposta pelo deputado Hermano Morais (PV), membros do instituto foram homenageados pela Casa.

O IHGRN é a mais antiga instituição cultural do Rio Grande do Norte, possuindo um dos mais ricos acervos acerca da cultura, geografia e história do Rio Grande do Norte e do Brasil. Fundado em março de 1902, o IHGRN é uma instituição de direito privado e fins públicos, ofertando espaço para visitação, franqueando o acervo para pesquisa. Em 1903, passou a publicar a Revista do IHGRN, com textos relativos à história, geografia, genealogia e cultura do Rio Grande do Norte. Além disso, edita plaquetas e livros. Na seção publicações, é possível encontrar alguns dos títulos lançados.

Compreende entre os seus sócios figuras proeminentes do Estado, intelectuais, professores, artistas, jornalistas e profissionais liberais. Suas atividades são sustentadas pelos sócios e por recursos públicos mediante leis de incentivo à cultura e convênios. Atualmente, seu museu está aberto à visitação. Também promove exposições, palestras e outras atividades voltadas à manutenção e divulgação da cultura, história e geografia norte-rio-grandense.

Propositor da homenagem, o deputado Hermano Morais enalteceu a importância do IHGRN para a preservação da história e cultura do Rio Grande do Norte. Celebrar essa instituição é celebrar nosso passado e garantir sua preservação. Garantir que o povo potiguar tenha memória e que ela siga viva”, disse Hermano Morais.

Ainda na homenagem, Hermano explicou que está em tramitação um projeto que autoriza o Estado a conceder auxílio à entidade, garantindo recursos necessários para custeio e manutenção desse instituto histórico. “É uma reivindicação antiga e justa. Esperamos que ela possa ser aprovada o quanto antes para que possamos garantir esse auxílio”, disse Hermano, desejando “vida longa e próspera ao nosso IHGRN”. “Quero enaltecer a iniciativa do deputado Hermano pela oportuna, justa e merecida homenagem ao IHGRN pelos 120 anos. É um patrimônio do povo potiguar. Parabenizo todos os que integram essa instituição”, complementou o deputado Subtenente Eliabe (Solidariedade).

Presidente do IHGRN e primeira mulher a comandar a instituição, Joventina Simões Oliveira agradeceu pela homenagem da Assembleia Legislativa. De acordo com ela, o IHGRN continuará trabalhando para manter viva a história e cultura do Rio Grande do Norte. “Seguiremos como guardiãs da história e cultura potiguares. Nos comprometemos a continuar com a nossa luta”, disse a presidente.

Comissão de Saúde aprova matéria sobre controle do Diabetes na Rede Pública de Ensino

Desenvolver pesquisas que viabilizem o diagnósticos precoce do diabetes na rede pública de ensino infantil, fundamental e médio e promover exames, através das unidades de saúde, que identifiquem uma doença ou a sua iminência em alunos matriculados na rede pública de ensino, com o objetivo de protelar ou evitar o seu desenvolvimento, são objetivos do Projeto de Lei 428, de iniciativa do deputado José Dias (PSDB), aprovado esta manhã (7) na Comissão de Saúde (CS), da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Relatado pela deputada Cristiane Dantas (SDD), a propositura dispõe em sua ementa sobre o Programa de Conscientização e Controle do Diabetes na Rede Pública Estadual de ensino e determina outras providências.

“A presente matéria tem como principais objetivos a identificação de crianças e adolescentes acometidos de diabetes nos estabelecimentos de Ensino Estadual, e principalmente auxiliar o controle da doença no âmbito escolar. Diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. Dessa forma, este projeto visa estabelecer uma forma precoce de diagnosticar a possibilidade de um quadro de diabetes na população mais jovem do ensino público estadual, haja vista que quando diagnosticada precocemente, o tratamento dessa patologia é muito mais tranquilo e eficiente para o paciente”, justifica o deputado no encaminhamento da matéria.

Duas outras matérias também foram aprovadas na reunião da Comissão. Uma de iniciativa da deputada Cristiane Dantas, que estabelece aos Hospitais Públicos e Privados Procedimentos Relacionados à Humanização do Luto Materno e Parental e outra, de autoria do deputado Francisco do PT, que dispõe sobre a Obrigatoriedade de Permanência de Fisioterapeuta nas Maternidades Públicas e Privadas.

Ao final da reunião, o presidente da Comissão, deputado Galeno Torquato agradeceu a todos os participantes do grupo de trabalho que zerou a pauta, tendo sido esta a última reunião do ano. “A Comissão cumpriu o seu papel, analisando e votando todas as matérias que aqui chegaram. Visitamos os hospitais e discutimos com os segmentos da saúde os assuntos que aqui foram apresentados. Durante o período mais crítico da Pandemia agilizamos a aprovação de projetos em benefício da população do Estado”.

Também participaram da reunião os deputados Cristiane Dantas e Getúlio Rêgo (PSDB).

Cristiane Dantas registra campanha pelo fim da violência contra as mulheres 

O Dia Estadual do Laço Branco, que convoca os homens pelo fim da violência contra as mulheres no Rio Grande do Norte, e celebrado anualmente no dia 6 de dezembro, foi registrado pela deputada estadual Cristiane Dantas (SDD), em pronunciamento feito na manhã desta quarta-feira (7), na Assembleia Legislativa do RN.

“Essa campanha tem uma importância imensa, pois chama a participação dos homens para terem um papel fundamental no combate à violência contra mulheres e meninas. Violência essa que nos deparamos diariamente em notícias estarrecedoras’, destacou.

A parlamentar afirmou a importância desse ativismo por parte dos homens nesta e nas demais campanhas de combate à violência contra mulher. “Venho alertar a chamar esses homens, que coloquem os laços brancos, participem e se sensibilizem com essas pautas”, finalizou.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: