fbpx

Presidente estadual do PP admite possível candidatura de Rosalba ao governo

O deputado federal Beto Rosado, presidente do PP no Rio Grande do Norte, afirmou nesta quinta-feira (26), em entrevista à rádio 98 FM, que o partido “está aberto” à discussão de uma possível candidatura da ex-governadora, ex-senadora e ex-prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (2011-2014) ao governo do Estado nas eleições deste ano.

O parlamentar disse, no entanto, que não acredita que uma eventual candidatura esteja nos planos de Rosalba.

“Não temos definição (para o governo do Estado). Os Progressistas não apresentaram nomes, apesar de que está na imprensa o nome da ex-governadora e ex-senadora Rosalba Ciarlini. Tive uma conversa com ela dois, três meses atrás. Ela não demonstrou interesse ou simpatia nesse projeto de governo. Mas, se houver uma mudança de planos, eu já digo que o Progressistas está aberto a essa discussão e pode recebê-la como possível candidata. Eu acho que não é um projeto dela. Ela não se preparou para isso. Não está no momento de vida talvez disso. Mas isso vamos deixar com ela. Ela que dá a resposta”, enfatizou Beto Rosado.

O deputado federal, que é pré-candidato à reeleição, complementou: “Eu não descarto ela para nenhuma candidatura. É uma parceira política e pode ser candidata”.

Segundo Beto Rosado, sua única definição para o próximo pleito é apoiar a candidatura ao Senado do ex-ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho (PL).

Com informações da 98 FM

 

MP investiga contratação de show de Gusttavo Lima ao custo de R$ 800 mil

O Ministério Público do Estado de Roraima abriu um procedimento para apurar a contratação, pela prefeitura de São Luiz – município de 8,2 mil habitantes a cerca de 300 quilômetros da capital, Boa Vista – de show do cantor Gusttavo Lima por R$ 800 mil. A apresentação se dará na 15ª Vaquejada da cidade e na 13ª Feira de Agronegócios do município, eventos programados para o final do ano.

O caso é conduzido pela promotoria de São Luiz, que oficiou o prefeito James Moreira Batista (Solidariedade), pedindo informações sobre a contratação do show e a forma de arrecadação dos recursos, questionando ainda ‘se haverá retorno para a municipalidade’. A Promotoria diz aguardar reposta do município para ‘adotar as medidas necessárias’.

De acordo com o IBGE, a população estimada de São Luiz, em 2021, era de 8.232 pessoas. No último censo, em 2010, a cidade contava com 6.750 habitantes. À época, o município era considerado o menos populoso do Estado. Ainda de acordo com o IBGE, o salário médio mensal dos trabalhadores formais da cidade, em 2019, era de 1,6 salários mínimos.

O extrato de contrato do show do cantor sertanejo Gusttavo Lima foi assinado no dia 25 de março, mas ganhou espaço no Twitter quase dois meses depois, com a publicação de um usuário que assinalou: “Cada habitante pagou cerca de 100 reais para o show acontecer. Idosos, bebês, todos pagaram. Claro que não precisam de Lei Rouanet”.

Leia maisMP investiga contratação de show de Gusttavo Lima ao custo de R$ 800 mil

Escola Agrícola de Jundiaí abre vagas em cursos técnicos de agroindústria, agropecuária, aquicultura e gastronomia

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN) está ofertando 130 vagas em cursos técnicos nas áres de Agroindústria, Agropecuária, Aquicultura e Gastronomia. O público-alvo são pessoas que já finalizaram o ensino médio e possuem certificado e histórico de conclusão.

As inscrições serão realizadas, gratuitamente, no período de 30 de maio a 26 de junho, no site da Comperve. O candidato deverá enviar o histórico do ensino médio com certificado de conclusão ou equivalente, apresentando as notas das disciplinas de Língua Portuguesa/Português e Matemática.

Os aprovados e convocados iniciarão as atividades acadêmicas no segundo semestre letivo de 2022. As aulas poderão acontecer em tempo integral ou parcial, no turno diurno.

A seleção acontece por meio de análise do desempenho escolar em Língua Portuguesa/Português e Matemática ou disciplinas equivalentes cursadas durante o ensino médio, ou por meio de análise de Língua Portuguesa e Matemática, compostas no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA) ou equivalente.

MPF denuncia falso médico por exercício ilegal da profissão

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou Aldione Souza Cordovil pelo exercício ilegal da medicina, além da falsificação de documentos públicos, uso de documentos falsos e fraude processual. Ele apresentou diploma de medicina e certificações falsos, supostamente emitidos por instituição da Bolívia, para obter a revalidação no Brasil, junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Universidades brasileiras e inquéritos policiais têm identificado fraudes semelhantes envolvendo diplomas de medicina falsos de universidades bolivianas.

Com a revalidação do suposto diploma, Aldione Cordovil inscreveu-se como médico nos Conselhos Regionais de Medicina do Amazonas e do Mato Grosso (CRM/AM e CRM/MT). Ele praticou a profissão ilegalmente por quase nove anos, de abril de 2009 a fevereiro de 2018, em cidades do AM e MT, inclusive integrando o Programa de Saúde da Família (PSF) e em prefeituras municipais e outros órgãos públicos.

De acordo com a denúncia do MPF, sem a devida comprovação de preparação acadêmica, “ele colocou em risco a saúde, a integridade física e até mesmo a vida de quem, incauto, com ele se consultou desde então”. O MPF destaca também que, diante de questionamento quanto à equivalência do suposto diploma estrangeiro com o curso de medicina da UFRN, o falso médico prestou prova cognitiva em que foi reprovado. Ele acertou, de um total de 40 questões em cada área, apenas nove perguntas de Clínica Médica; sete de Clínica Cirúrgica; 15 de Saúde Coletiva; oito de Pediatria/Puericultura e 12 de Ginecologia/Obstetrícia.

Após o procedimento de sindicância na UFRN reconhecer a fraude, em 2019, o denunciado apresentou novos documentos falsos à universidade e à apuração criminal em andamento na Polícia Federal, supostamente emitidos pela Universidad Tecnica Privada Cosmos (UNITEPC), da Bolívia, que atestariam a validade de seu diploma. A instituição boliviana, porém, confirmou que o denunciado nunca esteve matriculado no seu quadro de alunos e que não emitiu diploma de graduação em medicina no seu nome.

Assim, o MPF afirma que “mesmo após descoberta a sua fraude e suspensas suas inscrições nos referidos Conselhos Regionais de Medicina, o denunciado insistiu na tentativa de exercício irregular da profissão, enganando a população”.

O MPF também requereu medida cautelar para que o denunciado seja proibido de exercer a medicina enquanto durar o processo. A Ação Penal tramita na 14a Vara da Justiça Federal no RN sob o nº 0804397-44.2022.4.05.8400.

Falsos médicos

O MPF alerta que há suspeita de um esquema de falsificação de diplomas a partir de universidades bolivianas, dentre elas a UNITEPC, com a investigação de casos semelhantes e contemporâneos.

A UFRN decidiu investigar vários diplomas revalidados na instituição na mesma época, chegando à conclusão de que 14 deles eram falsos, todos supostamente emitidos pela UNITEPC. Esses casos deram origem a Inquéritos Policiais e, como resultado, várias condutas já foram judicializadas.

As investigações policiais demonstram que a UFRN não é a única instituição de ensino vítima de fraudes envolvendo universidades bolivianas. Pelo menos outros 41 supostos graduados teriam fraudado diplomas de medicina supostamente emitidos por universidades bolivianas.

Com informações do MPF

Candidatura de Rafael Motta ao Senado é “erro que afetará projeto de reeleição” de Fátima Bezerra, diz presidente do PT

“Ao nosso ver, a candidatura de Rafael Motta interfere de modo desfavorável ao nosso projeto estadual e amplia as chances do bolsonarismo conquistar a vaga do Senado Federal em disputa”, declarou o presidente estadual do PT, Júnior Souto, sobre a “reiteração”, por parte da cúpula do PSB potiguar, sobre a possibilidade da indicação do nome do deputado federal e líder do PSB estadual, Rafael Motta, para compor a chapa majoritária de Fátima Bezerra (PT) na condição de pré-candidato ao Senado Federal.

Em entrevista ao jornal Agora RN, Júnior Souto afirmou que, embora o pleito de Rafael Motta seja legítimo, dada a autonomia partidária, o PT apoiará um candidato ao Senado Federal, não dois. “Não podemos, não deveríamos e não faremos. Estamos politicamente definidos e tecnicamente impedidos de apreciar a demanda apresentada, salvo seja apresentada ao Encontro de Tática por delegados, sustentada em subscrições nos termos do regimento”, explicou.

“As nossas definições, quanto à chapa majoritária, já tiveram acolhimento na Comissão Executiva Estadual e no Grupo de Trabalho Eleitoral (GTE) e agora, caminham para homologação no Encontro de Tática que realizaremos no próximo domingo (29). Considero o projeto da candidatura de Rafael Motta sem tempo e sem lugar. Como um erro que afetará nosso projeto de reeleição, sua carreira política e favorecer o candidato de Jair Bolsonaro”, afirmou.

Júnior Souto reforçou a importância da construção da aliança política entre o PT-PDT no Rio Grande do Norte e a indicação do ex-prefeito de Natal e líder potiguar do PDT, Carlos Eduardo Alves, para disputar, ao lado de Fátima Bezerra, a única vaga ao Congresso Nacional.

“Em nosso entendimento, a construção da aliança com o PDT e Carlos Eduardo nos trouxe consideráveis ganhos políticos quer seja por todas as ‘implicações’ no ambiente da disputa, quer seja por sua expressão eleitoral inquestionável, confirmadas em sucessivas pesquisas em Natal e Grande Natal. Adicionalmente, essa aliança foi construída dialogando com a mesa nacional do PT, onde o ex-presidente Lula incorporou nossa contribuição ao projeto nacional do partido”, disse.

As declarações de Júnior Souto acontecem após o secretário de Articulação e Mobilização Política do PSB-RN, Manassés Torres Duarte, enviar um documento reiterando, ao PT, o desejo de que Rafael Motta seja o candidato de Fátima Bezerra ao Congresso Nacional.

Com informações do Agora RN

Fonte: Portal Grande Ponto

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: