fbpx

Gustavo e Fabielle não exoneram Bia Dantas com medo dela apresentar provas que os condenem

O prefeito Gustavo e a vice Fabielle estão caladinhos, desde que veio a público o teor do processo eleitoral envolvendo a secretária Bia Dantas, que teve o registro eleitoral cassado e ficará inelegível por 8 anos, pela prática da captação ilícita de sufrágio e de abuso de poder político.

A condenação pelo juiz eleitoral do Assú, caiu como uma bomba na cidade, pois se aguarda o pronunciamento do prefeito e da vice sobre a exoneração da aliada de peso Bia Dantas, que por lei, ao ser condenada, não poderia exercer cargo comissionado. Mas parece que a gestão fechou os olhos, afinal se a inelegível abrir a boca, vai piorar e muito a situação do grupo situacionista.

Comenta – se nos bastidores que a atual gestão orientada pelo deputado George Soares, deverá manter Bia a fim de evitar que ela revele alguma prova que possa enrolá-los ainda mais nesse processo de cassação, ou seja, eles irão aturar o “peso morto” até que se esgotem os recursos mesmo a contra gosto.

A estratégia segundo chega ao blog, é de que vão deixar ela quase que invisível, sem participar de entrevistas e sem aparecer na mídia, e tentar assim amenizar as consequências desse processo eleitoral.

UFRN divulga edital para ocupação de 297 vagas residuais de graduação

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) divulgou nesta segunda-feira (16) o edital para ocupação de 297 vagas residuais para o período letivo 2022.2.

As inscrições começam na próxima segunda-feira (23) no site da Comperve, a partir das 8h,e vai até o dia 12 de junho. A taxa de inscrição é de R$ 30.

As vagas residuais são geradas por cancelamentos de curso, segundo regulamento da UFRN.

Para se inscrever, o candidato deve acessar a página da Comperve, na qual estarão disponíveis o Edital e o Formulário de Inscrição. Em seguida, deve preencher integralmente o Formulário de Inscrição de acordo com as instruções.

O próximo passo é imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para poder efetuar o pagamento da taxa de inscrição.

As vagas ofertadas são para os cursos nas áreas de Ciências da Vida e da Saúde – Campus Natal, Santa Cruz e Multicampi (Caicó, Currais Novos e Santa Cruz), e de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e de Ciências Exatas e Tecnológicas – para o Campus Natal.

A previsão é que o resultado final seja divulgado no dia 24 de setembro, na página da Comperve.

Quem pode fazer?

O processo seletivo é para candidatos que têm ou tiveram vínculo com curso de graduação em Instituição de Ensino Superior, reconhecido ou autorizado pelo Ministério da Educação (MEC).

Podem participar do processo seletivo para reocupação de vagas residuais os candidatos com vínculo ativo em curso de graduação:

  • na UFRN – em curso distinto daquele que tenha vínculo ativo (atual)
  • em outra Instituição de Ensino Superior – para o mesmo curso daquele que o candidato tem vínculo ativo (vínculo atual)
  • candidatos portadores de diploma de curso de graduação – desde que a inscrição seja para curso distinto do que o candidato tenha concluído
  • estudantes de graduação da UFRN que tiveram seu curso cancelado – por abandono de curso, por decurso de prazo máximo ou por insuficiência de desempenho acadêmico – nos períodos de 2017.1 a 2021.2.

Seleção

A seleção dos candidatos será realizada em duas etapas:

  • avaliação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), de caráter eliminatório e classificatório, sendo os candidatos classificados de acordo com as notas obtidas no Exame;
  • avaliação institucional e acadêmica, de caráter classificatório, sendo atribuída aos candidatos pontuação, de acordo com uma tabela de pontuação prevista no edital.

Fábio Dantas viaja pelo RN e propõe “Estado empreendedor”

Pré-candidato ao governo do Rio Grande do Norte, Fábio Dantas (SD) tem percorrido os municípios apresentando seu programa de governo, propostas e debatendo temas relevantes. Com entrada promissora nas pesquisas de intenções de voto, se tornou aposta de parte da oposição para derrotar a governadora Fátima Bezerra (PT) nas urnas.

Em seu projeto, intitulado ‘Fábio Dantas pelo RN’, ele visita as cidades do interior, onde, segundo ele, é bem recebido. “Em cada lugar que chego, tenho sido recebido sob aplausos e sorrisos, além de ser abraçado e acolhido pelos líderes políticos, aliados e apoiadores potiguares que desejam a sua eleição como o governador do Estado”, disse.

Para ele, é preciso restaurar o protagonismo do RN e da força do potiguar, para que o Estado possa tornar-se um lugar bom para se investir e gerar emprego e renda para sua população. “Não acredito que possamos construir um novo Rio Grande do Norte na forma que estamos, um Estado estagnado, onde o governante pensa mais em um partido político do que na população de forma geral”, disse.

E lamentou a situação atual do RN. “Entendo que um governo deve ser feito com o gestor se colocando no lugar das pessoas, sabendo ouvir e o nosso governo será de muito coração, mas também sabendo que é importante a formação. Precisamos mudar a face do Rio Grande do Norte e levar para nossa população oportunidades de geração de emprego e renda. Um governo empreendedor irá nascer a partir da nossa chegada, no dia 1º de janeiro de 2023”, ressaltou, em entrevista à rádio Nova 89 FM.

Em declaração ao AGORA RN, nesta segunda-feira 16, Fábio Dantas afirmou que a gestão atual abandonou as cidades, não se preocupa com os principais problemas que afligem as pessoas. “Não é esse o Rio Grande do Norte que eu quero para os meus filhos, não é esse o Estado que eu quero para os meus semelhantes”. E que, ao assumir o governo do Estado, pretende estabelecer um diálogo com a Assembleia Legislativa sobre todas as reformas necessárias para tornar a máquina pública saneada.

“Os aumentos inflacionários serão concedidos a todos servidores públicos, indistintamente do cargo que ocupa. Esse discurso de aumentar o salário de uma categoria e não aumentar o da outra não irá existir em nosso governo. Os aumentos inflacionários serão concedidos a todos os servidores públicos, indistintamente do cargo que ocupa”, ressaltou.

Segundo Fábio, todos os servidores públicos estaduais terão remuneração prevista em seu plano de governo. “Igual e acessível a todos. Por exemplo, o procurador do Estado, que recebe uma remuneração com aumento diferenciado, porque são de quatro em quatro anos, receberá o acumulado e vamos aplicar a inflação dos anos para poder dar aquilo que eles têm por direito previsto na Constituição, para quem faz parte da carreira jurídica, por exemplo”.

O pré-candidato defendeu também que, o discurso de aumentar muito o salário de uma categoria e não aumentar da outra não irá existir em seu governo. “Ainda em relação ao funcionalismo público, iremos, nos primeiros 60 dias, pagar a correção monetária, tendo em vista que a governadora está pagando os salários dos servidores com o mesmo valor de 2018. Vamos corrigir pela inflação e pagar essa diferença que ela não irá pagar”, se comprometeu.

Com informações do Terra Brasil Notícias

 

Reservas hídricas do RN chegam a meados de maio com quase 50% da sua capacidade

Açude em Santa Cruz recebe águas após 5 anos completamente seco - Foto: Divulgação/Igarn

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (16), indica que as chuvas de maio continuam levando recarga aos mananciais do RN.

As reservas hídricas superficiais totais do RN somam 2.117.155.925 m³, correspondentes a 48,37% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. Na última terça-feira (10), as reservas hídricas estaduais somavam 2.087.682.220 m³, equivalentes a 47,70% da sua capacidade total.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório do RN, acumula 1.355.200.266 m³, percentualmente, 57,11% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. No relatório divulgado no dia 10 de maio, o manancial estava com 1.341.655.788 m³, equivalentes a 56,54% da sua capacidade total.

O segundo maior manancial do RN, Santa Cruz do Apodi, acumula 252.711.380 m³, correspondentes a 42,14% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. Este é o mesmo volume apresentado no relatório anterior.

Leia maisReservas hídricas do RN chegam a meados de maio com quase 50% da sua capacidade

PF faz operação contra evasão de divisas e lavagem de dinheiro

PF faz operação contra evasão de divisas e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (17) a operação Enterro dos Ossos, contra evasão de divisas e lavagem de dinheiro. A ofensiva é um desdobramento da operação Patrón, de novembro de 2019, e da operação Câmbio Desligo, de maio de 2018 — ambas realizadas no âmbito da Lava Jato.

Agentes foram às ruas nesta manhã para cumprir 11 mandados de busca e apreensão em residências e empresas localizadas no Rio de Janeiro e em São Paulo.

O objetivo é aprofundar as investigações acerca de pessoas físicas que mantém ou mantiveram bens e recursos no exterior não declarados às autoridades brasileiras, além de praticar operações suspeitas de “dólar-cabo”.

O Antagonista

Diretores sob pressão são alvo de “espiões” de Bolsonaro na Petrobras

Bolsonaro critica lucro da Petrobras

A pressão de Jair Bolsonaro sobre a Petrobras para troca de três diretores, dos quais dois não têm relação com a definição de preços de combustíveis, é atribuída na cúpula da petroleira a um grupo de “espiões”, ex-militares que o presidente colocou em postos-chave na companhia.

Os assessores da presidência da Petrobras Carlos Victor Nagem e o Angelo Denicoli, além do gerente-executivo de segurança Ricardo da Silva Marques, são chamados pelos na empresa de “dedos-duros de Bolsonaro”.

Ex-militares, foram indicados pelo próprio presidente da República para seus cargos. Eles recebem salários de cerca de R$ 55 mil mensais.

Marques foi quem repassou a Bolsonaro, no auge da Covid, um documento falsamente atribuído ao Tribunal de Contas da União, que supostamente demonstrava que 50% das mortes registradas no Brasil na pandemia teriam ocorrido por outros motivos.

Neste momento, porém, de acordo com os relatos de quatro executivos e ex-executivos da Petrobras com quem conversei nos últimos dias, quem mais trabalha pela troca dos diretores de relações institucionais e de tecnologia são Nagem, conhecido como “capitão Victor”, e Denicoli, major da reserva.

Leia maisDiretores sob pressão são alvo de “espiões” de Bolsonaro na Petrobras

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: