fbpx

Mototaxistas se revoltam com Taxa obrigatória de Associação que receberá emenda de George e suposto esquema de voto está prestes a cair

A politicagem feita pela oligarquia Soares em Assú não tem fim, pelo contrário, o deputado George e o prefeito Gustavo conseguem até aperfeiçoar a forma de barganhar voto através da necessidade das pessoas.

Tudo começou porque em plena pandemia, os mototaxistas foram obrigados pelo prefeito Gustavo e a vice Fabielle, a pagar uma taxa para Associação para ter direito ao Alvará. Até aí tudo bem, só que essa mesma Associação receberá uma emenda do deputado George Soares, então porque cobrar a taxa se ela seria dispensada depois? É pra os mototáxis deverem favor em ano de eleição?

Em entrevista que circula no instagram, representante da Associação fala que receberá a emenda parlamentar, e que eles estão abertos a conversar com a categoria, e quem sabe até dispensar a taxa, e pra bom entendendor, a dispensa está diretamente ligada a emenda parlamentar e seria tipo uma compensação, mas em ano eleitoral isso cheira mais a esquema e barganha por voto. COnfira entrevista aqui.

Mas o suposto esquema montado pelo deputado George e apoiado pelo prefeito Gustavo e a vice Fabielle, está prestes a ruir. Pois depois de toda revolta dos mototaxistas, a categoria tem ganhado repercurssão e força, inclusive forçando alguns vereadores a encampar essa luta.

Essa novela ainda promete muitos capítulos, principalmente porque com tudo isso vindo a tona, orgãos de fiscalização deverão entrar em campo e cobrar tanto da Prefeitura quanto do mandato de George, os devidos esclarecimentos.

Trem com brasileiros parte de Kiev com destino a cidade ucraniana próxima da Romênia e da Moldávia

Um trem com brasileiros residentes na Ucrânia partiu nesta sexta-feira (25), às 17h (pelo horário de Brasília; 22h no horário local) da capital Kiev com destino à cidade de Chernivtsi, no oeste do país.

A chamada “evacuação de emergência”, motivada pela invasão da Ucrânia por militares russos, foi organizada pela Embaixada do Brasil em Kiev.

De acordo com comunicado da embaixada, o destino é a Chernivtsi, cidade no oeste do país, a 535 km da capital ucraniana, nas proximidades das fronteiras com a Romênia e a Moldávia.

Os brasileiros não pagaram passagem. O plano de retirada dos brasileiros já havia sido adiantado na quinta (24) pelo secretário de Comunicação e Cultura do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Leonardo Gorgulho.

No comunicado, a representação brasileira na Ucrânia afirmou que não seria possível garantir que todos os interessados em partir conseguiriam viajar. Também não informou se seriam disponibilizadas novas retiradas. De acordo com o Itamaraty, 500 brasileiros vivem na Ucrânia.

Leia maisTrem com brasileiros parte de Kiev com destino a cidade ucraniana próxima da Romênia e da Moldávia

BOMBA: Parecer do TCE pede desaprovação das contas de Carlos Eduardo e aponta até improbidade

Prefeito anuncia Centro Cultural na Zona Norte e cumprimento de metas  administrativas

O vereador Raniere Barbosa, presidente da Comissão de Finanças e Fiscalização da Câmara Municipal de Natal, abriu o jogo sobre as informações que já possui quanto as contas da gestão de Carlos Eduardo Alves (PDT). E as informações não são nada favoráveis as pretenções do ex-prefeito: há dois relatórios produzidos contrários a aprovação e, inclusive, apontando até possibilidade de improbidade administrativa.

Segundo Raniere Barbosa, em entrevista ao Jornal das 6, da 96fm, no site do Tribunal de Contas, é possível constatar que há informações sobre a análise das contas de 2014, onde a “inconsistências não dirimidas” e “parecer desfavorável a aprovação das contas”.

Com relação às contas de 2015, a situação é ainda pior. Sugere relatório prévio desfavorável a aprovação das contas e ainda aponta irregularidade nos créditos suplementares.

Segundo o vereador, a lei orçamentária permitia apenas R$ 113 milhões em crédito suplementares (remanejamento), mas foram feitos mais de R$ 320 milhões. “Ou seja: não autorizado um momentante de R$ 207 milhões em crédito suplementar. Por muito menos, Dilma foi cassada. É improbidade administrativa. Então isso é de uma ordem gravíssima, porque ele mesmo já foi reeleito, comentendo crimes de improbidade”, asseverou.

FUTURO

Quando os relatórios do Tribunal de Contas do Estado chegarem a Câmara, eles passarão pela Comissão e, depois, serão votados no Plenário, que decidirá se aprova ou não as contas do ex-prefeito. Caso sejam desaprovadas, elas podem ensejar um pedido de inelegibilidade ao prefeito, que tenta ser candidato ao Senado neste ano.

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

Após reunião, governo do RN e policiais civis não chegam novamente a acordo sobre proposta de carreira

Policiais civis após reunião com o governo do RN  — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Governo do Rio Grande do Norte e policiais civis não chegaram novamente a um acordo sobre o adicional por tempo de serviço na carreira da categoria após uma nova reunião nesta sexta-feira (25). O impasse dura desde o início de fevereiro.

A proposta apresentada pelos policiais civis dessa vez não foi aceita pelo Estado, que alegou que a proposta promovia uma alteração na tabela salarial, o que impactaria financeiramente o Poder Executivo.

“Esse é um momento que a gente não tem como fazer nenhuma alteração de tabela. O governo tem assegurado que não haverá redução salarial. É um princípio básico, uma premissa pra gente”, explicou o chefe do Gabinete Civil do RN, Raimundo Alves.

“O que a gente não tem como apresentar nesse momento, ainda, é como se dá isso em cima das perdas futuras que eles teriam. Isso não tem como, porque o anuênio está sendo questionado pelo MP e em algum momento ele terá que ser parado”, falou.

Uma nova proposta será feita pelos policiais civis e apresentada ao governo em uma nova reunião em 72 horas. O governo terá o mesmo prazo para analisar e responder se aceita ou não.

Leia maisApós reunião, governo do RN e policiais civis não chegam novamente a acordo sobre proposta de carreira

Fátima Bezerra ressurge ao lado de George Soares depois de enrolar a população do Assú por quase 4 anos

A petista Fátima Bezerra, depois de eleita governadora mudou muito, antes humilde e preocupada com o povo, agora esqueceu o povo, a partir do momento que esqueceu seus   três pilares de luta, saúde, educação e segurança, que eram uma das promessas no seu governo, e tudo está um caos.

A petista era atuante por seu trabalho como deputada Federal e Senadora e que como reconhecimento tinha votações expressivas em Assú. Porém, passou quase 4 anos ausente e distante do município depois de eleita governadora, e fazia atendimento ”vip” para os desejos pessoais e enricar a família do deputado George Soares.

Com uma velha política, não faz nada diferente da maioria, Fátima decidiu ressurgir das cinzas, e aparece em Assú na maior cara de pau, como sempre prometendo e ao lado dos maiores enganadores da região, George, Gustavo e Fabielle, que não estão nem aí pro povo, e só querem mesmo é engordar suas contas bancárias.

Fátima que passou os últimos 3 anos de sua gestão se escondendo dos professores, dos servidores estaduais, dos policiais, e da população, não tendo coragem de enfrentar os problemas e nem de dialogar com o povo, acha que agora vai vir com a cara cheio de óleo de peroba e enganar mais quem na região?

Se nem dentro do seu próprio partido a governadora tem unanimidade imagine no resto do estado, devido a sua falta de habilidade em conversar e ouvir todos os filiados, e principalmente em Assú, já que abusou de sua autoridade, ao obrigar os filiados a apoiarem em quem eles não acreditavam.

Gustavo e Fabielle massacram vida de MOTOTAXISTAS que protestam contra filiação obrigatória a Associação de aliado de George Soares

A gestão que cuida de gente não passa de balela, porque o que Gustavo e Fabielle querem é fazer politicagem, e massacram a vida dos mototaxistas da cidade do Assú, que fazem manifestação na cidade devido as exigências arbitrárias para a categoria.

A maior revolta dos mototaxistas é que eles tem que se filiar a uma Associação para poder ter direito ao Alvará, ou seja, todos terão que se filiar pagando uma taxa, e taxa essa que não dá direito a nenhum benefício, como plano de saúde ou inss.

Segundo se comenta nos bastidores, a Associação é liderada por um aliado do deputado George Soares, e atua sem nenhuma transparência, deixando a categoria revoltada, e se comenta também, que essa taxa foi uma exigência para que os responsáveis pela Associação votassem nele para deputado.

O que mais se estranha nessa história, é que todos sabem que os mototaxistas são autônomos, e já ganham um dinheiro suado, e tem que agora destinar parte desse valor para uma Associação que não move uma palha para lutar pelos direitos da categoria, pelo contrário, só atrapalha.

A categoria quer também a modificação dos artigos 6º e 8º para que eles possam trabalhar em paz, e sem ter serem submetidos a atos de politicagem principalmente em período de eleição.

Operação do MPRN cumpre mandados contra suspeitos de assassinato de estudante em Areia Branca

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta sexta-feira (25) a operação Areia Vermelha, com o objetivo de prender dois homens suspeitos de participarem do homicídio do estudante Guido Marques da Silva, fato ocorrido no dia 27 de novembro de 2021, na cidade de Areia Branca.

No dia do assassinato, Guido encontrava-se em uma casa na rua Pastor Juscelino, no bairro Ilha, ajudando amigos em uma mudança. Por volta das 16h30, dois homens armados chegaram ao local e efetuaram disparos de arma de fogo contra o estudante, fugindo em seguida.

A vítima ainda chegou a ser socorrida para uma unidade hospitalar de Areia Branca e, em seguida, para um pronto-socorro em Mossoró. Antes de morrer, Guido conseguiu informar a um policial militar quem seriam os autores dos disparos.

A operação Areia Vermelha cumpriu quatro mandados de busca e apreensão em quatro endereços relacionados aos suspeitos do crime. Aparelhos celulares foram apreendidos na ação, que contou com a participação de dois promotores de Justiça, sete servidores do MPRN e 32 policiais militares.

Os mandados de prisão preventiva expedidos pelo Juízo de Areia Branca não foram cumpridos, pois os suspeitos não foram localizados nos locais das buscas, razão pela qual encontram-se foragidos da Justiça.

CPI da Arena das Dunas ultrapassa limite de tempo e é encerrada após votação de deputados

CPI da Arena das Dunas ultrapassa limite de tempo e é encerrada após votação de deputados - Foto: Central Criativa

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Arena das Dunas foi encerrada na tarde desta quinta-feira (24). Os membros da comissão decidiram por maioria de votos acatar parecer da Procuradoria-Geral da Assembleia que apontou que que a CPI já havia expirado seu limite de tempo para finalização dos trabalhos. A relatora da CPI, deputada Isolda Dantas (PT), disse que vai encaminhar o material coletado aos órgãos de controle.

Prevista para ocorrer na terça-feira (22), a leitura do relatório da deputada não ocorreu após ser levantado um questionamento por parte do deputado Getúlio Rêgo, suplente da comissão, que tratava exatamente sobre o prazo de funcionamento da CPI. O parlamentar fez o questionamento à procuradoria e, após o parecer, os parlamentares adiaram a sessão para que as dúvidas sobre o documento fossem sanadas.

Nesta quinta-feira, os parlamentares votaram por acatar o entendimento da Procuradoria e deram por encerrados os trabalhos da comissão desde o dia 7 de outubro, que seria o prazo de 60 dias para o funcionamento da CPI. No entendimento de Isolda Dantas, que era contrário ao parecer e foi vencido pela maioria dos parlamentares, a comissão teria 120 dias de prazo para a finalização dos trabalhos, período que só se encerraria nesta quinta-feira.

Apesar da decisão, Isolda Dantas garantiu que vai publicar a síntese do relatório e possíveis implicações apontadas na investigação, assim como vai solicitar que os órgãos de controle analisem os fatos apurados e tomem as providências devidas contra os responsáveis, caso se comprovem irregularidades. Além disso, a deputada também disse que enviará sugestões, que estão no relatório, para o aperfeiçoamento do contrato entre o Governo do Estado e a Arena das Dunas, assim como procedimentos para o firmamento de futuros contratos entre o Estado e a iniciativa privada.

Fonte: Agora RN

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: