fbpx

Busca pela primeira dose cresce quase 400% no RN após passaporte vacinal

A exigência do passaporte vacinal para ingresso em shoppings, bares, restaurantes e locais fechados no Rio Grande do Norte fez a procura pela primeira dose da vacina contra a covid-19 disparar. De acordo com a plataforma, RN + Vacina, a procura pela D1 uma semana após o anúncio do passaporte vacinal aumentou 347%.

Em números absolutos, 19.005 D1s foram aplicadas a partir do dia 18 de janeiro, data em que o Governo do Estado publicou o decreto com a norma. Uma semana antes, do dia 11 ao dia 17, a soma tinha sido de 4.247 doses.

Os números obtidos pela reportagem da Tribuna do Norte indicam que, em janeiro, foram aplicadas 26.726 D1s no Estado. Dessas, 19.005 foram aplicadas após o anúncio do passaporte, o que corresponde a 71% do total.

Nos postos de saúde de Natal, são vários os relatos de profissionais de saúde sobre pessoas procurando a primeira dose da vacina. Na maioria dos casos, os usuários alegam a exigência do passaporte vacinal como justificativa para a acessar o imunizante.

Para a coordenadora de Vigilância da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap), Kelly Lima, o passaporte vacinal está surtindo efeito uma vez que a Saúde está conseguindo alcançar o público até então resistente à vacina.

“Chegamos, aqui no Estado, a ter mais de 85% da população iniciando a vacinação nesse final de semana. Vínhamos sem conseguir crescer desse número de 80% para essa população e com o anúncio da exigência do passaporte, conseguimos cooptar uma população que estávamos meio que desesperados e angustiados porque não conseguíamos atingir essa população”, aponta Kelly Lima.

Fonte: Tribuna do Norte

Com 1,3 mil casos, Petrobras tem surto de Covid em plataformas

Petrobras vai desativar 10 plataformas até 2020 | Economia | G1

Petrobras confirmou que 1,3 mil funcionários testaram positivo para Covid-19, doença causada pelo coronavírus, Todos os novos casos, segundo a estatal, são assintomáticos ou com sintomas leves.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) denuncia que os funcionários têm enfrentado dificuldades de se testarem e que os protocolos sanitários não são cumpridos pela empresa.

A Petrobras minimiza a situação. “No momento, observa-se o aumento dos casos de Covid-19 em todo o Brasil e esse aumento de incidência no país tem reflexo também na indústria de petróleo e gás”, justifica a petrolífera, em nota.

Segundo a estatal, mesmo com o avanço dos adoecimentos, “não há impacto significativo nas operações em razão de afastamentos de colaboradores contaminados”.

Leia maisCom 1,3 mil casos, Petrobras tem surto de Covid em plataformas

Propaganda partidária: 18 legendas já pediram reserva de horário ao TSE

Calendário Eleitoral 2022

No dia 4 de janeiro foi sancionada pela Presidência da República a Lei nº 14.291/22, que alterou a Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9096/95), e restabeleceu a propaganda partidária, extinta em 2017.

Até o momento, 18 partidos políticos protocolaram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedidos de reserva de horário para exibição nacional das inserções no intervalo da programação de emissoras de rádio e televisão. Em anos eleitorais, o conteúdo partidário só pode ser veiculado no primeiro semestre.

Cabe ao TSE analisar as solicitações feitas pelos diretórios nacionais dos partidos para transmissão em cadeia nacional. Se houver coincidência de data, a Justiça Eleitoral dará prioridade ao partido político que tiver apresentado o pedido primeiro. Os requerimentos já foram distribuídos aos respectivos relatores e deverão ser analisados a partir de 1º de fevereiro, na volta do recesso forense.

Confira os partidos que já apresentaram os pedidos:

Patriota
Partido Social Democrático (PSD)
Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)
Partido Verde (PV)
Movimento Democrático Brasileiro (MDB)
Cidadania
Partido Liberal (PL)
Solidariedade
Partido Comunista do Brasil (PC do B)
Podemos (Pode)
Progressistas (PP)
Partido Democrático Trabalhista (PDT)
Partido Social Liberal (PSL)
Republicanos
Partido Socialista Brasileiro (PSB)
Partido dos Trabalhadores (PT)
Partido Social Cristão (PSC)
Partido Republicano da Ordem Social (PROS)

Divisão do tempo

O tempo será distribuído de acordo com o desempenho de cada agremiação nas Eleições Gerias de 2018. Os partidos que elegeram mais de 20 deputados federais terão direito a 20 minutos semestrais para inserções de 30 segundos nas redes nacionais e de igual tempo nas estaduais.

Leia maisPropaganda partidária: 18 legendas já pediram reserva de horário ao TSE

Blogueiro Juscelino França está com COVID e aguarda vaga para ser transferido

O blogueiro Lutador e atuante no Vale, Juscelino França está internado na UPA de Assú com COVID.

Segundo informações colhidas Em outros blogs, o quadro de saúde dele está estável, mas devido as suas comorbidades, aguarda vaga para ser transferido para Mossoró.

O Blog deseja força e fé na sua recuperação.

Nelter Queiroz emite nota de apoio ao trabalhador da cultura e do entretenimento potiguar


Diante das circunstâncias e das incertezas geradas pela disputa política, travada entre Prefeitura do Natal e Governo do Estado, disfarçada de decretos contra a disseminação do novo coronavírus, os músicos, artistas e todos que integram a cadeia produtiva da cultura e do entretenimento, no Rio Grande do Norte, estão em um verdadeiro beco sem saída.

O que era pra ser o final de mais um veraneio, tornou-se uma verdadeira guerra. Faltou planejamento e entendimento entre os Comitês Científicos do Governo do Estado e da Prefeitura do Natal em relação ao período do veraneio em que nos encontramos. Não deu outra: todos os profissionais que integram a cadeia produtiva da cultura e do entretenimento, que foram os mais castigados desde o início da pandemia até aqui, voltaram a pagar caro por esta guerra política contra a Covid-19.

Esse pessoal precisa de respeito e de oportunidades para assegurar o seu ganha pão ao final de cada dia e poder tocar com dignidade suas vidas e as vidas de suas famílias. Por aqui registro minha indignação – que gira em torno desta guerra de decretos – e apoio a todos os profissionais que compõem a cadeia produtiva da cultura e do entretenimento de nosso Estado, e que são os responsáveis por fazer girar a principal mola da economia potiguar: o turismo.

GESTÃO TAPURU: População superlota UPA enquanto Gustavo acha tempo pra entrar na onda das #Curiosidades nas redes e debocha do sofrimento

Enquanto a população do Assú sofre com a alta incidência de Covid, gripe e outros problemas que assolam a todos, e superlotam a UPA, o prefeito Gustavo Soares ao invés de abrir o centro específico pra sintomas gripais, debocha dos problemas e entra na onda das redes sociais, fazendo postagem com 5 curiosidades sobre ele.

A publicação seria até aceitável se na gestão não existissem problemas sérios na saúde, afinal A superlotação da UPA se dá porque o prefeito Gustavo e a vice Fabielle não querem disponibilizar um Centro de síndromes gripais pra população.

Na verdade, essa dupla não liga pra os problemas do povo e só querem tá postando nas redes o besteirol de inaugurações e reuniões e mais reuniões, enquanto os problemas não se resolvem, pelo contrário, se acumulam aos montes e de forma que está aterrorizando a todos.

Quem passa pela UPA se assusta com a quantidade de gente que está do lado de fora, mas pior está dentro, mais superlotado ainda, e diante de um caos desse, onde estão o prefeito Gustavo, a vice Fabielle e o deputado George? Eles dizem que amam o povo e estão cuidando das pessoas, pois tenham a coragem e vão visitar a UPA e ver o tumulto que existe lá diariamente.

Tenham respeito Pelo povo, Gustavo, George e Fabielle, porque a população que procura os serviços públicos, é por não terem condições de ter um plano ou pagar particular, então criem vergonha e deixem de blablablá nas redes sociais e gastando o dinheiro do povo com coisas não essenciais, e apliquem os recursos corretamente para pelo menos amenizar os milhares de problemas nesse caos da saúde que a terra dos poetas vive.

GESTÃO TAPURU: Prefeitura do Assú pode perder Aeródromo apenas por incompetência e má vontade de George Soares

A novela sem fim do Aeródromo de Assú parece que estar perto de um desfecho final, já que a Prefeitura do Assú mesmo tendo sido informada da necessidade de realização de manutenções básicas, como cerca, vegetação alta, entre outros, preferiu se calar, e o deputado George também nem se importa.

Todos sabem que a gestão do prefeito Gustavo e da vice Fabielle, orientados pelo deputado George, além de incompetentes, agem com maldade, pois há muitos meses que as pessoas criticam e alertam, mas a Prefeitura do Assú faz ouvido de mercador.

Gustavo e Fabielle acreditam que esse Aeródromo não serve para nada, mas esquecem que Assú é uma cidade pólo e sedia a Paróquia da Irmã Lindalva, que já atrais fiéis, e tudo isso poderia ser trabalhado para que gerasse um crescimento econômico maior na cidade, além de ter ricas terras propícias pra fruticultura, dentre outros potenciais.

Além de tudo isso, o Aeródromo ainda servia para pousos de aeronaves do governo do Estado, e poderia ser alvo de investimentos de empresas privadas que venham a atuar na região.

Gustavo e Fabielle estão sendo lembrados pelo povo como a “gestão Tapuru” em alusão aos tapurus que são encontrados nas comidas servidas na UPA, e bem que o slogan cai bem, pois eles tem infectado a saúde emocional e física das pessoas, ao não prestarem um serviço de qualidade na saúde e na assistência, e pra completar, ainda estão destruindo tudo que poderia significar crescimento e desenvolvimento na cidade.

O slogan também respingou no deputado “tapuru” George Soares, porque ele não resolve nada e a cidade do Assú só perde.

E ainda Dizem que até as placas de sinalização de localização do aeródromo estavam encostadas na secretaria municipal há muito tempo, e a gestão nunca ligou.

Covid-19: RN tem 9 hospitais com 100% de ocupação e 25 pacientes na fila de espera

O aumento exponencial nos casos de Covid-19 voltou a lotar hospitais do Rio Grande do Norte. Na tarde desta segunda-feira (24), 9 hospitais da rede pública de saúde estão com 100% dos leitos de UTI ocupados com pacientes em estado grave diagnosticados com coronavírus.

Dados do “Regula RN”, sistema que monitora em tempo real a situação dos hospitais, mostram que, por causa da superlotação nos hospitais, há 25 pessoas na fila de espera – são pacientes aguardando a liberação de um leito para receberem assistência.

A situação mais crítica é na Grande Natal. Quatro hospitais da região estão com todos os leitos de UTI ocupados na tarde desta segunda-feira. São três em Natal – Pescadores, Maria Alice Fernandes e Municipal de Natal – e um em São Gonçalo do Amarante – o Belarmina Monte.

No Hospital Giselda Trigueiro, também na capital, a taxa de ocupação é de 90%. Só há 2 leitos disponíveis. Já no João Machado, outro hospital de Natal, a taxa é de 89%, com apenas 1 leito à disposição.

No interior, cinco hospitais estão com 100% de ocupação: Mariano Coelho (Currais Novos), Almeida Castro e Rafael Fernandes (Mossoró), Aluízio Bezerra (Santa Cruz) e Cleodon de Andrade (Pau dos Ferros).

Em todo o Estado, são 84 pacientes internados no momento tratando Covid-19 em UTI, em um universo de 135 leitos. Ou seja, a taxa média de ocupação está em 62%. É a maior taxa de ocupação desde 3 de julho. Apesar de haver leitos disponíveis, eles estão espalhados por todo o Estado, enquanto a maior concentração de pacientes é na Grande Natal.

Procura por leitos

A procura por leitos de UTI tem aumentado, segundo o Regula RN. Neste domingo (23), a média diária de solicitações chegou a atingir 63 pedidos por dia. A última vez que este número esteve tão alto foi em 28 de junho.

Explosão de casos

A superlotação nos hospitais reflete o aumento de casos de Covid-19 registrado nos últimos dias no Rio Grande do Norte. Em janeiro, até agora, já foram confirmados no Estado mais de 17 mil casos da doença – quase a soma de todos os casos confirmados nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2021. Só na semana passada foram mais de 10 mil casos. Os dados foram atualizados nesta segunda-feira.

Os óbitos também estão em alta. Nos primeiros 24 dias de 2022, foram registrados no RN 75 mortes pela Covid-19, uma média de 3 por dia. Para se ter uma ideia da alta, no fim do ano passado, o Estado chegou a ter dias sem registro de mortes.

Abertura de leitos

Diante dessa situação, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) reabriu 11 leitos de UTI nesta segunda-feira. Com isso, a oferta de leitos críticos subiu de 124 para 135.

Apesar do aumento, a oferta de leitos está muito abaixo do recorde registrado nesta pandemia: 25 de junho do ano passado, quando eram ofertados 415 leitos de UTI na rede pública.

Portal 98FM Natal

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: