fbpx

Assembleia realiza Ato Solene em alusão ao Dezembro Vermelho em Assu

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte realizou Ato Solene nesta sexta-feira (10), na cidade de Assu, em alusão ao Dezembro Vermelho – mobilização nacional na luta contra o vírus HIV, a Aids, e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). De autoria do deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL), o ato realizado no Cine Teatro Pedro Amorim, homenageou 25 pessoas pelos seus relevantes serviços prestados no combate à doença no Rio Grande do Norte.

“Hoje a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte reconhece e homenagea servidores públicos e instituições que tenham relevantes serviços prestados nesta área, principalmente com um trabalho de prevenção que é essencial para a conscientização da população quanto à doença”, ressaltou Ubaldo.

O ato também faz alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS (celebrado no dia 1º de dezembro).

O presidente da Associação dos Homossexuais do Vale do Assu, Eurian da Nóbrega Leite, agradeceu as homenagens e destacou a importância do olhar do Poder Legislativo para a causa.

“Neste prêmio que recebo hoje está gravada todas as cicatrizes que marcaram minha vida pela luta, por dignidade, respeito e pelos direitos dos portadores da doença. Não é uma luta fácil, mas com o apoio e com adoção de políticas públicas voltadas para as pessoas portadoras da doença, o fardo se torna menos pesado”, discursou ao ser aplaudido pelos presentes.

A coordenadora da Diversidade Sexual da Secretaria Estadual de Saúde Pública, Janaina Lima, destacou a importância do ato Solene e do fortalecimento das campanhas de prevenção contra a DST/AIDS.

“Hoje a Assembleia Legislativa reconhece o trabalho dessas pessoas que dedicam suas vidas à causa e a melhorar a qualidade de vida dos portadores da doença. É preciso fortalecer, principalmente as ações de prevenção contra a doença”, destacou.

De acordo com os dados da Secretaria Estadual de Saúde, entre os anos de 2010 e 2020, os casos de infecção pelo HIV no Rio Grande do Norte cresceram 93,1%, atingindo 6.232 pessoas. Desses, 70 foram menores de cinco anos de idade, 6.158 casos de infecção pelo HIV, 995 gestantes infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana. O número de óbitos pela doença no RN chegou a 1.365 casos.

Leia maisAssembleia realiza Ato Solene em alusão ao Dezembro Vermelho em Assu

Pesquisa mostra se Lula ganha ou perde apoio com Alckmin de vice

A possível escolha de Geraldo Alckmin como vice da chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para 2022 tem saldo mais negativo do que positivo, mostra pesquisa Ideia/Exame divulgada nesta sexta-feira, 10. Para 48% dos entrevistados, a presença do tucano diminuiria as chances de voto em Lula, enquanto 35% responderam que uma dobradinha com o ex-governador de São Paulo encorajaria o voto no petista.

Como mostrou o Estadão, a última edição da pesquisa Genial/Quaest apontou que um eventual palanque com Lula e Alckmin não deve mudar a ideia dos eleitores que hoje se inclinam a votar em Sérgio Moro (Podemos) ou em Ciro Gomes (PDT) em 2022.

O petista e o tucano vêm articulando um palanque conjunto desde julho. De saída do PSDB, o ex-governador paulista ainda deve definir qual será seu novo partido antes de avançar nas tratativas com o ex-presidente. A expectativa de Lula é que uma dobradinha com Alckmin confira mais amplitude à sua candidatura ao conquistar eleitores menos inclinados à esquerda.

Nas palavras do ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), um dos entusiastas do acordo, a união poderia garantir a vitória do petista “já no primeiro turmo”, afirmou o socialista em entrevista ao Broadcast Político. O PSB teria sua própria pesquisa a respeito do mesmo assunto; mas nenhuma das sondagens disponíveis até aqui sinalizam essa hipótese.

Chapa Doria/Moro

No âmbito da “terceira via”, uma chapa liderada por João Doria (PSDB) com o ex-juiz Sérgio Moro na vice tem percepção positiva de 12% dos entrevistados e negativa de 43%. É incerto se ambos se unirão no mesmo projeto, à medida que nenhum deles admitiu abrir mão da cabeça de chapa até o momento. Em entrevista ao Estadão, o governador de São Paulo afirmou que a possibilidade de um palanque conjunto será discutida em abril.

Leia maisPesquisa mostra se Lula ganha ou perde apoio com Alckmin de vice

Ex-senador e ex-governador do RN segue precisando de sangue; saiba como doar

O ex-senador do Rio Grande do Norte, Geraldo Melo, passou por um procedimento de saúde nesta quarta-feira (8) e está precisando de sangue de qualquer tipo. A informação foi confirmada junto ao Hemovida, local que está recebendo as pessoas que desejam doar sangue para o político, que também foi governador do Rio Grande do Norte.

O Hemovida fica localizado na avenida Nilo Peçanha, próximo ao Hospital Onofre Lopes. Os doadores podem agendar horário para a doação através dos telefones (84) 98871-0248 e (84) 3202-4289. O sangue que Geraldo Melo precisa é para reposição. O Hemovida funciona de segunda a sexta, das 8h até 16h.

Geraldo Melo tem 85 anos e foi governador do Rio Grande do Norte (entre os anos de 1987 e 1991) e senador (entre 1995 e 2003). Recentemente, no início de novembro, foi eleito novo imortal da Academia Norte-riograndense de Letras (ANL), para a cadeira número 32. Não há informações sobre a natureza do procedimento ou sobre o estado de saúde do ex-senador.

Fonte: Portal Grande Ponto

Audiência pública discute jornada de trabalho e piso do setor de enfermagem no Estado

Ao abrir a audiência pública sobre o Piso e Jornada de Trabalho dos Trabalhadores da Enfermagem no Rio Grande do Norte, realizada na manhã desta sexta-feira (10), no auditório Governador Cortez Pereira da Assembleia Legislativa, o seu propositor, deputado Jacó Jácome (PSD) representou a força de trabalho da categoria na área de Saúde.
“Vamos lutar por esses profissionais. No Rio Grande do Norte, de acordo com o Sindicato de Enfermeiros, são mais de 40 mil trabalhadores entre enfermeiros, técnicos e auxiliares. O Estado conta com o registro profissional de cerca de 15 mil enfermeiros e no Brasil são mais de 2,3 milhões de trabalhadores nessa área”, afirmou o deputado Jacó.

O parlamentar registrou ainda que em maio deste ano, um levantamento do Conselho Federal de Enfermagem revelou um déficit de pelos menos 17 mil profissionais de saúde, entre enfermeiros e técnicos de enfermagem.

“Essa classe trabalhadora tem sido fundamental, principalmente durante a pandemia da Covid-19, guerreiros para a saúde do povo, mas que ficaram ainda mais sobrecarregados. Entre esses profissionais, 67,3% da equipe de enfermagem já declarava desgaste antes da pandemia”, reforçou o deputado Jacó Jácome.

Todos os participantes da Mesa dos Trabalhos destacaram a importância da enfermagem, não só para o Rio Grande do Norte como para todo o País e o mundo, e a necessidade da aprovação do Projeto de Lei 2564/2020 pela Câmara dos Deputados estabelecendo o piso salarial da categoria dos profissionais e a carga horária de 30 horas.

O presidente do Conselho de Enfermagem (COREN), Manoel Egídio da Silva Júnior destacou que é “uma luta antiga por essa jornada, porque mais de 30 horas coloca em risco a vida do paciente. Precisamos do apoio da população para essa luta. A enfermagem precisa urgentemente que esse problema seja resolvido”.

Na mesma linha de raciocínio falou o presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Rio Grande do Norte, Luciano Gomes Cavalcanti, que falou no número de óbitos dos profissionais de saúde chegou a 871. “Estamos em plena pandemia com mais de 500 mil mortes de pessoas acumuladas. Foi preciso ver uma pandemia para poder se dar visibilidade aos profissionais de enfermagem”, afirmou.

A enfermeira Tatiana Maria Nóbrega, que participou no sistema home office, representando a presidente da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEN-RN), Sheila Saint Clair da Silva, disse que a categoria, além do desgaste físico tem o desgaste social, “porque há mais de 20 anos que a categoria pede reconhecimento. Acima de tudo existe uma missão, mas colegas morrem diariamente porque não têm tempo de cuidar de si. A sociedade exige que o profissional esteja bem preparado e nós precisamos de condições para a preparação”.

Carlos Alexandre, do SINDSAÚDE lamentou que haja interesse político, porque um Projeto já tão mastigado não chega a sua conclusão. “Queremos um piso salarial justo para esses profissionais. Não vejo dificuldade para se aprovar a reivindicação dessa categoria”.

Marcelo de Melo Rocha, representante do APROVA-RN historiou a importância da enfermagem que surgiu nas guerras mundiais, quando essa categoria profissional salvou muitas vidas. Segundo ele “a aprovação do Projeto de Lei é uma justiça social. O mundo só avança quando tem a saúde íntegra. A aprovação é de fundamental importância.

Também participou da Mesa a representante da SESAP, Giuliane Emanuele de Maia Aquino. Ao final dos trabalhos, o deputado Jacó Jácome elencou os próximos passos em apoio a essa reivindicação dos profissionais de enfermagem. Ajudar na tramitação da matéria que trata do Plano de Cargos e Salários dos Profissionais de Saúde do Estado, que foi encaminhado pelo governo à Assembleia Legislativa e fazer um relatório com todos os pronunciamentos a ser encaminhado pela presidência da Assembleia Legislativa à Câmara dos Deputados, onde se encontra o PL 2564/2020 nas mãos do presidente da Casa, deputado Artur Lira para ser colocado na pauta de votação.

Relatório de CPI da Covid é lido e propõe indiciamento de quatro pessoas

O deputado Francisco do PT, relator da CPi da Covid na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, apresentou aos demais deputados o seu relatório sobre a investigação. Segundo o deputado, com depoimentos de 78 pessoas, somados a 192 ofícios expedidos e centenas de arquivos analisados, ele chegou à conclusão de que “as contratações realizadas pelo Governo do Estado do RN foram movidas pelo intuito de salvar vidas e que o trabalho dos servidores públicos do RN foi pautado pela mais profunda lisura e profissionalismo”. Na sessão desta quinta-feira (9), o deputado fez a leitura de um resumo e sugeriu o indiciamento de quatro pessoas no contrato de compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste. A CPI começa a analisar o relatório na quarta-feira (15).

Com acordo firmado anteriormente entre os membros da CPI, ficou definido que não haveria debate sobre o relatório durante a leitura de Francisco do PT. “Seria uma leviandade por parte dos deputados, já que ainda não tivemos como nos debruçar sobre o relatório”, explicou o presidente da CPI, deputado Kelps Lima (Solidariedade).

Na leitura, Francisco do PT tratou sobre todos os contratos em investigação e, de acordo com ele, em nenhum deles foi possível observar crime ou intenção de cometer crime por parte de servidores públicos do Rio Grande do Norte. Porém, com relação ao Consórcio Nordeste, o relator apontou que há elementos suficientes para o indiciamento de quatro pessoas que participaram da negociação da venda de respiradores aos nove estados que compõem o consórcio.

No entendimento de Francisco do PT, com base nos dados levantados pela CPI, ficou claro que os dirigentes da empresa Hempcare firmaram contrato com o Consórcio Nordeste afirmando a existência de contrato com a The 8TH Mettalurgical Construction Group Company Limited para o fornecimento de respiradores pulmonares. Contudo, a representação oficial da China informou que o contrato não existia e que a empresa mencionada não fabricava respiradores pulmonares. “A apresentação do contrato, pois, é comprovação suficiente de dolo dos dirigentes da Hempcare. Esses elementos, pois, são suficientes a reconhecer materialidade do crime de estelionato e autoria de Cristiana Prestes Taddeo e Luiz Henrique Ramos Jovino”, disse Francisco do PT.

Ainda sobre o contrato, o deputado relator disse que a execução do crime de estelionato teve a participação essencial de Cleber Isaac Ferraz Soares e de Paulo de Tarso Carlos, proprietário da Biogeoenergy. Para o relator, as transações financeiras entre a Hampcare e os referidos agentes, em razão de negociação com a Biogeoenergy Fabricação e Locação de Equipamentos Ltda, demonstra que ambos foram beneficiados financeiramente.

“Todos esses elementos denotam a associação desses agentes para obter vantagem ilícita, induzindo o Consórcio Nordeste em erro ao apresentar contrato inexistente com empresa chinesa, quando, na verdade, pretendiam entregar respiradores nacionais que sequer tinham sido submetidos à aprovação da ANVISA”, explicou. “Os fatos analisados por esta Comissão Parlamentar autorizam o conhecimento de materialidade do crime de estelionato no caso do contrato de aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste, o que redundou em efetivo prejuízo ao Consórcio e, consequentemente, aos Entes federados que o compõe, no montante total de R$ 48.748.575,82”, disse o deputado Francisco do PT, sugerindo ainda que a CPI encaminhe o conteúdo das investigações aos demais órgãos de controle e para o próprio Consórcio Nordeste, que devem, no entendimento do relator, prosseguir com as investigações.

Leia maisRelatório de CPI da Covid é lido e propõe indiciamento de quatro pessoas

PF cumpre mandado de prisão contra prefeito de Canguaretama

A Polícia Federal no Rio Grande do Norte deu cumprimento na manhã desta quinta-feira, 9/12, em Natal, ao mandado de prisão expedido pela 14ª para o prefeito de Canguaretama, Wellinson Dantas, de 41 anos.

A prisão do político aconteceu no momento em que ele, devidamente acompanhado por seus advogados, se apresentou espontaneamente na sede da PF, em Lagoa Nova, e tomou ciência da ordem judicial expedida contra a sua pessoa.

Após as formalidades cartorárias, o Wellinson foi encaminhado para exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) e retornou para a Superintendência da PF, onde se encontra custodiado, à disposição da Justiça.

Na última sexta-feira, dia 3, Wellinson Dantas foi afastado do cargo.

Com informações Rn360 News

Gustavo Soares não dorme um dia em Assú e Prefeitura bancando combustível e motorista

Segundo informações que chegam lá de “Zé da Volta”, dão conta que o prefeito Gustavo Soares faz a linha diariamente de Mossoró x Assú, não havendo um dia sequer que ele durma na terra dos poetas.

O problema dessa linha diariamente, é que essa conta não sai dos bolsos do prefeito Gustavo, pelo contrário, sai dos bolsos da Prefeitura do Assú, que paga o combustível para levar e trazer todo dia o excelentíssimo para “bater foto” na cidade, e paga também os motoristas que não tem uma folga, já que o rojão é grande.

As informações que chegam ao Blog do VT é que antes, o prefeito ia até o posto na metade do caminho, e agora parece que perdeu a vergonha, porque nunca mais deu as caras em Zé da Volta e só se sabe que ele chega em Assú de manhã, e a tarde desaparece.

Ainda dizem as más línguas, que a vice prefeita Fabielle está doida que ele seja investigado e punido por não residir em Assú, só assim ela ocuparia a cadeira do prefeito nem que fosse por um dia, já que George não permitiria que ela ficasse nela por muito tempo.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: